O submundo da magia

 

 

 

Um jeito muito legal, que eu acho, para conseguir energias, ou até mesmo, algo sem muito valor para cada pessoa é a criação de um "sigilo".
 
Uma técnica boa e prática, pois é fácil e não precisa de ritual.
 
Uma criação de sigilo, além de ser usado como uma maneira de conseguir o que querer, serve também para dar uma proteção ao magista.
Ou seja: um sigilo é feito mais como uma proteção à pessoa que o leva e/ou o criou.
A preparação de um sigilo é facil, como eu disse: "não precisa de ritual!"
(Eu irei lhes ensinar a criar um sigilo da maneira que eu crio o meu.
Não será usado conteúdo de outros sites ou livros para lhes ensinar).
 
 
PREPARAÇÃO DO SIGILO:
 
1º escreva uma coisa que você gostaria muito, mas que seja sem muita importância à pessoa que esta a criar o sigilo (você).
Para facilitar eu lhes darei um exemplo simples: "Eu Quero Machucar A Boca Hoje De Tarde".
Logo após você criar a frase tire todos espaços, pontos ou acentos da palavra, e não repita as letras, então a sua frase ficará assim: "euqromachbjdt".
Tua frase ficará sem nada haver, logo após retirar você tem que criar novamente uma frase com as letras qe sobraram, lembrando que... a frase ficará sem sentido, mas terá que ter uma pronuncia melhor: "eubrodt majchq".
 
2º Logo após deixar sua "palavra" pronta, você terá que criar o que chamamos de mantra.
Ou melhor dizendo: um desenho.
Um desenho que precisa ser criado somente com as letras que sobraram, sem precisão de ter um tamanho unico.
 
3º Após criar a frase e o desenho (mantra), você terá que fazer a sigilização, ou melhor, energizar o seu sigilo.
Você poderá fazer isso como?
De várias maneiras:
1 - SANGUE
2 - SALIVA
3 - PORRA
4 - PELE
5 - CABELO
6 - LÁGRIMA
7 - ENERGIA DA MENTE
 
OBS: A melhor maneira de deixar seu sigilo melhor, é usando sangue. Pois é o que mais tem energia no seu corpo, e o que deixa o seu sigilo ou proteção mais forte.
 
4º Logo após você energizar o seu sigilo, deverá destrui-lo.
Jogando no rio ou privada, fogo, engolindo, enterrando ou como vc preferir.
 
O importante é acabar com o sigilo, ele nunca mais poderá existir.
 
5º Logo depois de destrui-lo, você deverá esquecê-lo, esquecer o desenho, a frase, tudo exceto o que você pediu ou quis que acontecesse. Pois só lembrando o que você quis que saberá se seu sigilo deu certo um não.
 
OBS. FINAL: um sigilo pode demorar horas, dias ou meses... Se demorar não pense que não irá se realizar, porque todo sigilo feito da maneira certa, se torna real.
 
 
Fonte:http://lizzabathory.blogspot.com.br/2010/06/magia-do-caos.html

 

Mais sobre Magia do Caus,

 

sigilo

 

 

 

Sigilo consiste na mágica de manifestação de um desejo implantado no Eu-Subconsciente através de um símbolo à ele relacionado e então suprimido dos pensamentos na mente.
 
Sem a implantação do desejo no Eu-Subconsciente inexiste sigilo. Sem supressão da ansiedade sobre o resultado inexiste sigilo.
 
Sigilização consiste na escrita da realidade desejada com regras pontuais de manifestação programadas no Eu-Subconsciente e posteriormente suprimidas da mente consciente.
 
Servidores , como Seth-pa-kharad, são princípios, metas, que orientam a realidade, implantados no Eu-Subconsciente e alimentados com Crença Livre.
 
Tudo no universo está em constante mutação uma vez que a percepção do universo está em constante mutação.
 
O parágrafo inicial. Tudo começou dia 31 de Outubro de 2011, Dia das Bruxas.
 
A possibilidade de um evento ocorrer depende do contínuo escorrer de valores por uma infinitude de variáveis, de modo que aquilo que parece ser impossível hoje poderá parecer ser possível amanhã.
 
  
Autor: Andrew Chumbley. Título: Ingression to Manifestation. 
Fonte: http://www.caduceusbooks.com/occultartgallery/cultus/Andrew-Chumbley/chum9.html
 
Observando a imagem do link acima vê-se que o autor usa a arte como forma de encantamento do universo, para com isto trazer um evento à manifestação. Vê-se à margem das figuras vários sigilos e a escrita usando o possível 'Alfabeto dos Desejos' de Chumbley.
 
Indiferente aos narizes puristas, o primeiro conjunto de códigos foi cagado.
 
Ao perceber a natureza mutante do universo, da percepção e da experiência, o observador compreende sua natureza real: um ser mutante interconectado com inúmeros outros, os quais desafiam em conjunto o que é REAL.
 
Enquanto isso... sim, estamos tirando. Ou não. Loop.
 
O conhecimento como destino nunca livra do caminho o ônus de cada passo.
 
  
Autor: Andrew Chumbley. Título: Angelick Famulus. 
Fonte: http://www.caduceusbooks.com/occultartgallery/cultus/Andrew-Chumbley/chum3.html
 
Acima o link leva a um trabalho onde o autor mostra uma possível evocação de uma entidade... ...angelical? Acima e abaixo das figuras há uma 'moldura' de sigilos, possivelmente do 'Alfabeto dos Desejos' do autor. Nota para a vela branca, recém apagada, em contraste com a preta.
 
Para os que dizem que a Magia do Caos morreu, uma citação com o espírito de Hakim Bey:
 
[Autor=Hakim Bey; trad. Daniel Pellizzari;] 
[Fonte=http://www.cabrapreta.org/nox/hakbcaos.html acessado dia 07-Out-2011] 
[Título=C A O S] 
[Início] 
*C A O S* 
/"Caos, os Panfletos do Anarquismo Ontológico"/ (parte um de /"Z. A. T."/), de /Hakim Bey/ 
*O CAOS NUNCA MORREU*. 
[...]
 
O Caos surgiu antes de todos os princípios de ordem & entropia, não é nem um deus nem um verme, seus desejos insensatos circundam & definem todas as coreografias possíveis, todos os éteres & flogistons: suas máscaras são cristalizações de seu próprio rosto inexistente, como nuvens.
 
Tudo na natureza é perfeitamente real, incluindo a consciência; não há absolutamente nada com o que se preocupar. Não apenas os grilhões da Lei foram quebrados; eles nunca existiram: demônios nunca vigiaram as estrelas, o Império nunca se iniciou, Eros nunca deixou a barba crescer.
 
Não, ouça, o que aconteceu foi o seguinte: eles mentiram para ti, venderam-te idéias de bem & mal, fizeram-te perder a confiança em teu próprio corpo & sentir vergonha por teus dons de profeta do caos, inventaram palavras de desprezo para teu amor molecular, te hipnotizaram com distrações, te entediaram com a civilização & todas suas emoções usurárias.
 
[...] Traduzido por Daniel Pellizzari [Fim]
 
A liberdade de Zos está na obtenção da Crença Livre.
 
  
Autor: Andrew Chumbley. Título: Emergence of the Feather'd Ka of I. 
Fonte: http://www.caduceusbooks.com/occultartgallery/cultus/Andrew-Chumbley/chum6.html
 
Acima um link para uma imagem mais servidores, sigilos e aplicação em escrita de 'alfabeto'. Como nas obras anteriores, Chumbley evoca a lembrança de Austin Osman Spare em seu estilo. O que foi manifesto produziu igualmente o seu oposto complementar como sombra. A forma da escuridão resulta da posição do foco da luz.
 
A liberdade da Crença torna tudo possível, tanto que se acredite nisto ou no seu oposto.
 
Crença Livre será gerada sempre que uma crença firme seja dissolvida com a experiência de seu oposto, liberando assim o princípio livre da forma, ou espírito.
 
O processo mágico trata da implantação de novos significados em velhos significantes pela transformação das suas essências:
 
  
Autor: Andrew Chumbley. Título: Graph of Magical Process. 
Fonte: http://www.caduceusbooks.com/occultartgallery/cultus/Andrew-Chumbley/chum13.html
 
Quem tiver olhos para ler, leia, ouvidos para ouvir, ouça, entranhas para sentir, sinta, o mais simples fato: Da Crença Livre aos raios elétricos do Dr. FrankStein, o Criador alimenta a Criatura.
 
A Teia
 
Sem desinteresse e sem expectativas,
magia.
Chumbley.
Gnóstico:
O conhecimento te libertará!
Sigilo
Eu-Subconsciente
supressão.
Servidores
Crença Livre.
Magia do Caos
Hakim Bey:
CAOS
 
 
 
 
Um sigilo é um símbolo criado para uma finalidade específica mágica.
Um sigilo é geralmente composto por uma complexa combinação de vários símbolos específicos ou figuras geométricas, cada uma com um significado específico ou intenção.
 
 
 
 
Baseia-se no fato de que, se você conseguir atingir seu subconsciente com um desejo, ele se manifestará de modo positivo, ou seja, se realizará.
Para enganar o subconsciente, o mago transmuta seu desejo em uma coisa, um símbolo, e o lança em gnose para que este aja no real sensível.
Possui muitas versões diferentes, principalmente em relação ao lançamento, mas em sua maioria são validas.
O sigilo termo deriva do Sigillum latim, que significa “selo“, embora possa também estar relacionada com a סגולה hebraica (significando segulá “palavra, ação, ou um item de efeito espiritual“).
Um sigilo pode ter uma forma abstrata e pictórica ou semi-abstrato.
O uso atual do termo é derivado do Renascimento, que por sua vez foi inspirada pelas tradições mágicas da antiguidade.
Em usos modernos, o conceito foi mais popularizado por Austin Osman Spare, que publicou um método pelo qual as palavras de uma declaração de intenções são reduzidos em um desenho abstrato, o sigilo é então carregado com a vontade do criador.
 
Como criar um Sigilo Mágico:
 
O primeiro passo para a criação do sigilo é resumir seu desejo em uma frase, de forma clara, sem muitos detalhes, como por exemplo: “Quero dinheiro para comprar meu apartamento até meu aniversário em Janeiro de 2012″, podemos resumir esta frase para “dinheiro para o apartamento”.
Agora deve-se retirar as letras repetidas, espaços e acentos, resumindo a frase para “DINHEROPATM”.
Essas letras então devem ser dispostas de qualquer maneira, a fim de se criar um símbolo elegante, agradável ao magista.
 
 
O importante é ter afinidade com o sigilo que cria, e não o fazer de qualquer forma.
Pode-se retirar ou modificar o que se quiser no símbolo, primando a perfeição e elegância.
É bom frisar que o símbolo não pode ter ligação nenhuma com o intento, já que o objetivo da construção do sigilo é tornar seu desejo algo palpável e que possa passar ao inconsciente sem ser percebido, de modo a modificar a realidade em função do desejo do mago.
No momento da especificação do intento, é bom ser consciente dos meios para obter o resultado desejado.
Dessa forma, alterar o intento de “Quero dinheiro para comprar meu apartamento até meu aniversário em Janeiro de 2012″ para “Quero dinheiro para comprar meu apartamento com o dinheiro da venda de meus livros até meu aniversário em Janeiro de 2012″ pode aumentar a efetividade do sigilo.
Há variadas formas de lançamento de um sigilo, porém a tradicional é feita da seguinte forma: enquanto visualiza o sigilo deve-se afastar da mente todo e qualquer pensamento, principalmente em relação ao desejo e assim criar um “vácuo” em sua mente, isso permitira que o sigilo passe do consciente para o subconsciente de modo despercebido.
O lançamento pode ser feito junto com outras atividades como caminhadas, relaxamento ou sexo, mais uma vez lembrando que a experiência pessoal é imprescindível.
Após o lançamento, o desejo e a expectativa de resultados devem ser afastados da mente.
Evitar a ansiedade por resultados pode ser difícil, mas é necessário para que o desejo se manifeste.
 
 
Crie um Sigilo para você. Ele pode ser para prosperidade, proteção, dinheiro, saúde, amor…
 
Lembrando que o Sigilo é singular e pessoal, não se faz sigilo para outra pessoa, nem para o bem e muito menos para o mal.
 
Pessoalmente já me deparei com vários sigilos em portas de entrada tanto de residências quanto de empresas.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Sigilo Mágico com a Rosa
 
 
 
UM TRABALHO MAIS MÁGICO
 
 
 
 
Existe uma forma de desenhar sigilos com a Rosa. Cada uma das pétalas corresponde à uma letra do Alfabeto Hebraico, um Arcano Maior do Tarô e por fim uma correspondência astrológica...e tudo isto por sua vez , possui uma referência com o nosso alfabeto. Quando se deseja manipular esta energia , trabalha-se com a tabela abaixo, podendo-se escrever a palavra/energia/força que pretende plasmar através da "própria vontade", traçando-a sobre a Rosa Cruz formando um sigilo...observe a figura abaixo....é a mesma representação da Rosa de 22 pétalas do símbolo anterior, porém cada pétala agora possui uma correspondência com uma letra de nosso alfabeto.
 
 
 
Põe-se um papel vegetal por cima desta mandala e inicia-se o traçado na letra correspondente, como por exemplo escrever "AMOR"....inicia-se o traço no A depois vai ao M, posteriormente no O e por fim no R. O traçado obtido pode parecer estranho em um primeiro momento.....mas as vibrações da palavra foram escritas em cima de todo arquétipo do sagrado alfabeto hebraico.
 
Mantenha o desenho obtido acima da rosa e direciona-se a haste amarela para o Norte. 
 
 
Dia e Horário para se fazer a Magia:
 
 
 
Sempre apenas 1 hora no dia escolhido...iniciar às 6, 13 ou 20 h ...
 
 
 
 
Vibrações ligadas aos dias da semana:
 
 
 
 
Segunda feira: sensibilidade, emoções, reações, mudanças de temperamento, maternidade, mediunidade, saúde...como estado de consciência vibra o “Etérico - Vital”.
 
 
 
Terça feira : Auto- afirmações, força, vigor, atitude...como consciência vibram a “Astral” ( Emocional- instinto ).
 
 
 
Quarta feira : Questões e vibrações ligadas ao pensamento, comunicação, inteligência, aprendizados, viagens curtas, negócios e comércio...como consciência vibra a “Intuição”.
 
 
 
Quinta feira : Questões e vibrações ligadas à posição social, crescimento e expansão, êxitos e fracassos, religiosidade, conexão espiritual, fé, viagens longas...como consciência vibra a “Percepção completa”.
 
 
 
Sexta feira : Questões e vibrações ligadas a amor, sexo, relacionamentos, “finanças”...como consciência vibra a “Mente Abstrata- Angélica”.
 
 
 
Sábado : Questões e vibrações ligadas à estrutura, disciplina, concentração, trabalho, profissão, solidez, aprendizado...como consciência vibra o “Mental Concreto”. 
 
 
 
Domingo: Questões e vibrações ligadas à alegria, vida, individualidade, felicidade, auto expressão...como consciência vibra a “Física”. 
 
 
Fonte:http://casadabruxajadefenix.blogspot.com.br/2011/06/sigilo-magico-com-rosa.html