Novenas e orações

 

 

Para o anjo da guarda

 

 

 

 

A novena ao Anjo da Guarda deve ser feita durante nove dias sempre no mesmo horário se possível.

 

Novena dos Anjos

Se você atingir a graça desejada, deve fazer o "Pão dos Anjos" (receita abaixo) e distribuir para três pessoas pobres. Repita este ritual durante os três primeiros domingos dos 3 meses seguintes.

 

 

Receita

 

 

 

 
"Pão dos Anjos"

Rendimento: 2 pães grandes
Tempo de preparo: 3 horas e meia

Ingredientes

1 colher(sopa) de fermento seco
2 copos (americano) de água
1/2 xícara (chá) de mel
1 colher ( sopa) de sal
1/4 de copo (americano) de óleo
5 a 6 copos (americano) de farinha de trigo integral fina

Preparação

Dissolva o fermento em pequena quantidade de água morna. Quando ficar bem espumoso ( aprox. 10 min.), misture com mel, o sal e óleo. Acrescente a água restante e metade da farinha. Misture bem. Vá colocando mais farinha aos poucos, até que a massa fique macia, sem agarrar nos dedos. Amasse. Cubra com um guardanapo e deixe descansar mais ou menos 2 horas ( o volume da massa deve dobrar). Amasse por 2 minutos e deixe crescendo por mais meia hora. Faça os pães, colocando-os em forma untada e deixe crescer novamente, até que dobrem de tamanho. Asse-os em forno quente e tire das formas logo após saírem do forno.

 

 
 
Novena a São Miguel Arcanjo
 
 
 
 
 

Novena de São Miguel Arcanjo
(21 a 29 de setembro)

 

V. Deus, vinde em nosso auxílio
R. Senhor, socorrei-nos salvai-nos.

Ó glorioso S. Miguel, excelso Príncipe das celestiais milícias. Vós, a quem foi reservada a glória de ser o primeiro a pugnar pela honra do Senhor, e que, empunhando o divinal estandarte forte com o poder divino, exclamando: "Quem é como Deus?", rápido como o relâmpago debelastes os anjos rebeldes e os precipitastes nos abismos, alcançai-nos uma centelha desse vosso zelo ardente, da vossa inabalável fidelidade, para que também nós saibamos, ajudados por vós, e fortes com o Nome de Deus, combater os Seus e nossos inimigos e deles alcançar gloriosa vitória.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória

Ó glorioso Arcanjo S. Miguel, vós a quem o Senhor entregou a guarda da Sua Igreja, e que constantemente velais sobre ela, dignai-vos ouvir as nossas preces em seu favor.

Vede, ó Arcanjo excelso, que o Dragão, que outrora já vencestes, embora saiba que jamais a poderá vencer, procura a todo custo combatê-la e persegui-la, ora espalhando o espírito de soberba entre os seus filhos, ora tentando com falsas doutrinas iludir os fracos e incautos, ora dirigindo todo o furor dos ímpios contra o seu chefe visível na terra; ah!, socorrei-a, reuni num só aprisco suas desgarradas ovelhas; tornai-as obedientes à voz do Pastor e, precipitando novamente o Dragão aos infernais abismos, alcançai que a Santa Igreja, gloriosa e triunfante, se exalte cada vez mais, e que aumente sempre o número de cristãos, ricos em amor de Deus e santidade.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória

Ó glorioso São Miguel, nosso Protetor amado, não rejeiteis nossas preces, e dignai-vos de aceitar benignamente os louvores que vos tributa o nosso afeto. Vós que possuis a ventura de gozar do Senhor, sem que jamais vos conturbe o temor de o perder, compadecei-vos de nós, que ainda no desterro e rodeados de mil perigos, tanto carecemos de auxílios; ajudai-nos nos combates desta vida e principalmente no momento terrível em que deremos de comparecer ante o Juiz Supremo! Ah! valha-nos então o vosso patrocínio, ó Príncipe celeste, para que, livres das chamas do Purgatório, possamos convosco gozar para sempre a inefável ventura de ver a Deus e possuí-lO eternamente no Céu. Amém.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória

Oração
Ó maior, ó mais humilde dos espíritos bem-aventurados, Arcanjo São Miguel, cuja divisa faz fugir o demônio e seus satélites, orai por nós! Obtende-nos o amor de Deus, o desprezo de nós mesmos e o horror do pecado! Praticando estas virtudes, teremos a doce confiança de entrar na Pátria celeste. No momento da terrível passagem, estai junto de nós, santo Arcanjo, que apresentais as almas a Deus. Que vossa espada afaste definitivamente o inimigo de nossa salvação, e gozaremos convosco a possessão eterna da infinita Beleza. Amém.

 
 

 

 

Novena a Santo Expedito

 

 

 

 

 

Novena à Santo Expedito 
Para os que tem urgência na solução de algum problema.

 

Deve-se rezar durante 9 dias. 

Senhor, tende piedade de mim. Jesus Cristo, tende piedade de mim. Senhor, tende piedade de mim. Jesus Cristo, nos ouça. Jesus Cristo, nos escute. Pai Celestial, que sois Deus, tende piedade de mim. Deus Espírito Santo, tende piedade de mim. Santa Maria, Rainha dos Mártires, rogai por mim. Santo Expedito, invencível atleta da Fé, rogai por mim. Santo Expedito, fiel até a morte, rogai por mim. Santo Expedito, que tudo perdeu para ganhar a Jesus, rogai por mim. Santo Expedito, que foste atormentado, rogai por mim. Santo Expedito, que pereceste gloriosamente pela espada, rogai por mim. Santo Expedito, que recebeste do Senhor a Coroa de Justiça que é prometida a os que lhe amam, rogai por mim. Santo Expedito, ajudante daqueles que lhe pedem coisas, rogai por mim. Santo Expedito, patrono da juventude, rogai por mim. Santo Expedito, auxilio dos estudantes, rogai por mim. Santo Expedito, modelo de soldado, rogai por mim. Santo Expedito, protetor dos viajantes, rogai por mim. Santo Expedito, salvador dos enfermos, rogai por mim. Santo Expedito, consolador dos aflitos, rogai por mim. Santo Expedito, apoiador fiel dos que se apegam em vos, rogai por mim. Santo Expedito, eu te suplico, não deixe para amanhã o que podes fazer hoje, vem em meu auxílio. Jesus, Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo, perdoe-me Senhor. Jesus, Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo, escute-me Senhor. Jesus, Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo, tendo piedade de mim Senhor. Jesus, escute-me. Jesus, escute minha oração. 

Que minha voz chegue a ti, Senhor.
 

 

 

 

Novena a nossa senhora auxiliadora

 

 

 

 

 

Novena a Nossa Senhora Auxiliadora

Aconselhada por São João Bosco para obter graças e favores – 1. Rezar por nove dias seguidos: Três Pai-Nossos, Ave-Marias e Glórias ao Santíssimo Sacramento com a prece: Graças e louvores se dêem a todo o momento ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento; e em seguida, três Salve-Rainhas a Maria Santíssima Auxiliadora, com a invocação: Nossa Senhora Auxiliadora, rogai por nós. 2. Receber, durante a novena, os Santos Sacramentos da Confissão e da Eucaristia. 3. Fazer uma oferta, segundo as próprias possibilidades para a educação cristã dos meninos pobres. 4. Ter muita fé em Jesus, presente na Eucaristia, e em Maria Auxiliadora

PRIMEIRO DIA - Ave do mar Estrela, Bendita Mãe de Deus, Fecunda e sempre Virgem, Portal feliz dos céus. ORAÇÃO: Ó Virgem Santíssima, poderoso auxílio dos Cristãos que recorrem confiados ao trono da vossa misericórdia, ouvi as preces deste pobre pecador, que implora o vosso socorro, para poder fugir sempre do pecado e das ocasiões de pecar. Eis a primeira graça que desejo receber nesta novena. Assim seja. Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, como era no Princípio, agora e sempre. Amém. SALVE RAINHA Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, Salve. A vós bradamos os degredados filhos de Eva, a vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, E depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre. Óh! Clemente, óh! piedosa, óh! doce sempre Virgem Maria. Maria, Auxílio dos Cristãos, Rogai por nós. BREVE LEITURA BÍBLICA E PEQUENA PROMESSA "Um sinal grandioso apareceu no céu: uma Mulher vestida com o sol, tendo a lua sob os pés e sobre a cabeça uma coroa de doze estrelas: (Ap. 12, 1) "Enfurecido por causa da Mulher, o Dragão foi então guerrear contra o resto dos seus descendentes, os que observam os mandamentos de Deus e mantém o Testemunho de Jesus" (Ap. 12, 17) Duplo sinal distintivo fiéis autênticos: Jesus e Maria. Salvação dos que crêem e Auxílio dos Cristãos. Até a morte prometo permanecer fiel a minha religião: Santa, Católica, Apostólica, Romana. 

SEGUNDO DIA - Ouvindo aquela Ave do Anjo Gabriel, mudando de Eva o nome, trazei-nos paz do céu ORAÇÃO: Maria Santíssima, Mãe de bondade e de misericórdia, que muitas vezes, com o vosso visível Patrocínio, Livrastes o povo Cristão dos assaltos e da barbárie dos muçulmanos, livrai, eu vô-lo peço, a minha alma dos assaltos do demônio, do mundo e da carne e fazei que eu possa em todo o tempo obter completa vitória sobre os inimigos da minha alma. Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, como era no Princípio, agora e sempre. Amém. SALVE RAINHA Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, Salve. A vós bradamos os degredados filhos de Eva, a vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, E depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre. Óh! Clemente, óh! piedosa, óh! doce sempre Virgem Maria. Maria, Auxílio dos Cristãos, Rogai por nós. BREVE LEITURA BÍBLICA E PEQUENA PROMESSA "Disse então, Maria: ‘Eu sou a serva do Senhor; Faça-se em mim segundo a tua palavra’". (Lc 1, 18) Em poucas palavras Maria Santíssima nos oferece um exemplo da humildade, obediência e disponibilidade para fazer a Vontade de Deus e colaborar na realização do seu Plano de Salvação. "Senhor, que queres que eu faça? Fazei-me instrumento da vossa paz".

TERCEIRO DIA - Ao cego iluminai, ao réu livrai também, de todo mal guardai-nos e dai-nos todo o bem. ORAÇÃO: Ó Maria, Rainha poderosíssima, que sozinha triunfaste das múltiplas heresias que procuravam arrancar tantos filhos do Grêmio da Santa Madre Igreja, ajudai-me, eu vô-lo peço, a manter e conservar firme a minha fé e puro o meu coração no meio de tantas insídias e do veneno de tão perversas doutrinas. Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, como era no Princípio, agora e sempre. Amém. SALVE RAINHA Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, Salve. A vós bradamos os degredados filhos de Eva, a vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, E depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre. Óh! Clemente, óh! piedosa, óh! doce sempre Virgem Maria. Maria, Auxílio dos Cristãos, Rogai por nós. BREVE LEITURA BÍBLICA E PEQUENA PROMESSA "Naqueles dias, Maria pôs-se a caminho para a região montanhosa, dirigindo-se apressadamente a uma cidade de Judá. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel... Maria permaneceu com ela mais ou menos três meses, e voltou para sua casa" (Lc 1, 39-40, 56) Com certeza Maria permaneceu até o nascimento de São João Batista, porque soube que neste período precisam as mulheres grávidas, ajuda e auxílio especial. Aqui, temos um belo exemplo da caridade. Eu também prometo praticar sempre a caridade e as obras de misericórdia. 

QUARTO DIA - Mostrai ser nossa Mãe, levando a nossa voz a Quem, por nós nascido, dignou-se a vir de vós ORAÇÃO: Ó Maria, minha Mãe dulcíssima, vós que sóis a Rainha dos Mártires, por tantos atos heróicos de coragem e de fortaleza que tivestes na terra, dignai-vos infundir no meu coração e força necessária para conservar-me constante do vosso serviço, a fim de que, desprezando todo o respeito humano, possa praticar abertamente e sem envergonhar-me todos os meus deveres religiosos e mostrar-me sempre e em todas as ocasiões vosso devoto(a) filho(a), até a morte. Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, como era no Princípio, agora e sempre. Amém. SALVE RAINHA Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, Salve. A vós bradamos os degredados filhos de Eva, a vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, E depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre. Óh! Clemente, óh! piedosa, óh! doce sempre Virgem Maria. Maria, Auxílio dos Cristãos, Rogai por nós. BREVE LEITURA BÍBLICA E PEQUENA PROMESSA "Meu filho, por que agiste assim conosco? Olha que teu pai e eu, aflitos te procurávamos" (Lc 2, 48). Com que admirável delicadeza Maria admoesta seu Filho perdido e achado no templo. Um belo exemplo para os pais de família. Os filhos crescem em sabedoria, estatura e em graça, diante de Deus e diante dos homens, quando recebem bom exemplo dos pais. Na educação dos filhos prometo sempre praticar a paciência, prudência e seriedade.

QUINTO DIA - Suave mais que todas, ó Virgem sem igual, fazei-nos mansos, puros, guardai-nos contra o mal. ORAÇÃO: Ó Maria, Mãe querida, que no triunfo do Papa Pio VII mostrastes o vosso valioso Patrocínio, estendei o vosso manto piedoso por sobre toda a Santa Igreja, especialmente sobre o seu Augusto Chefe, o Papa (João Paulo II), contra os assaltos de tantos inimigos, livrai-o dos sofrimentos temporais e assisti-o sempre, afim de que possa conduzir seguramente ao porto a barca de São Pedro, e triunfar das ondas orgulhosas que tentam fazê-la sossobrar. Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, como era no Princípio, agora e sempre. Amém. SALVE RAINHA Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, Salve. A vós bradamos os degredados filhos de Eva, a vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, E depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre. Óh! Clemente, óh! piedosa, óh! doce sempre Virgem Maria. Maria, Auxílio dos Cristãos, Rogai por nós. BREVE LEITURA BÍBLICA E PEQUENA PROMESSA "Naquele tempo, houve bodas em Caná da Galiléia, e a mãe de Jesus estava presente. Jesus também fora convidado para as bodas assim como seus discípulos" (Jo 6, 1-11). Vindo a faltar o vinho das bodas, Jesus fez milagre a pedido confiante de sua mãe. Ela também a nós convida a obedecer de modo especial a Jesus, dizendo: "O que Ele disser, fazei-o" "Felizes os que ouvem a Palavra de Deus e a praticam". 

SEXTO DIA - Oh, dai-nos vida pura, guiai-nos para a luz, e um dia, ao vosso lado, possamos ver Jesus. ORAÇÃO: Ó Maria, Rainha dos Apóstolos, tomai sob a vossa valiosa proteção os Sagrados Ministros e todos os fiéis da Igreja Católica, alcançai-lhes o espírito de união, de perfeita obediência ao Sumo Pontífice e de zelo fervoroso para a salvação das almas, e especialmente dignai-vos estender a vossa amorável assistência aos Missionários, para que possam conduzir todos os povos da terra à fé verdadeira, afim de que assim o mundo todo se torne um só aprisco debaixo do guia de um só Pastor, Jesus Cristo Nosso Senhor. Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, como era no Princípio, agora e sempre. Amém. SALVE RAINHA Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, Salve. A vós bradamos os degredados filhos de Eva, a vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, E depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre. Óh! Clemente, óh! piedosa, óh! doce sempre Virgem Maria. Maria, Auxílio dos Cristãos, Rogai por nós. BREVE LEITURA BÍBLICA E PEQUENA PROMESSA "O Senhor é o teu louvor e o teu Deus, é ele quem operou para ti coisas grandiosas" (Dt 10, 21a). Na verdade, Deus, olhando a humildade de sua serva fiel, Maria Santíssima, nos deu por meio dela o Salvador de todos os homens, Jesus Cristo, Senhor Nosso. "Ó Maria, dai-nos graça de imitar seu amor de Deus o do próximo". 

SÉTIMO DIA - Louvor a Deus, o Pai, e ao Filho, Sumo Bem, com seu Divino Espírito agora e sempre. Amém. ORAÇÃO: Ó Maria, Mãe de piedade e de clemência, que tantas vezes, com a vossa eficaz intercessão, salvastes os cristãos da peste e de outros flagelos do corpo, socorrei-os e livrai-os agora da peste da impiedade e da irreligião, que de mil maneiras se insinua em suas almas, para afastá-los da Igreja e das práticas da piedade, especialmente por meio das seitas, da imprensa e das escolas perversas. Peço-vos humildemente, amparai os bons, que possam perseverar; fortificai os fracos, chamai à penitência os transviados e os pecadores, para que triunfe aqui na terra a Verdade e o Reino de Jesus Cristo, e assim cresça a vossa glória e o número dos eleitos no Céu. Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, como era no Princípio, agora e sempre. Amém. SALVE RAINHA Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, Salve. A vós bradamos os degredados filhos de Eva, a vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, E depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre. Óh! Clemente, óh! piedosa, óh! doce sempre Virgem Maria. Maria, Auxílio dos Cristãos, Rogai por nós. BREVE LEITURA BÍBLICA E PEQUENA PROMESSA "Eles perseveravam na oração com Maria, mãe de Jesus". (At 1, 12, 14) Ó Maria, ensina-nos a rezar, a confiar e perseverar 

OITAVO DIA - Senhora gloriosa, bem mais que o sol brilhais, O Deus que vos criou ao seio amamentais. ORAÇÃO: Ó Maria, coluna espiritual da Igreja e Socorro dos Cristãos, Rogo-vos me conserveis firme na Divina Fé e mantenhais em mim a liberdade e dignidade dos filhos de Deus. De minha parte prometo-vos não manchar a minha alma com o pecado, nunca fazer parte de sociedade condenadas pela Santa Sé; prometo-vos obedecer ao Sumo Pontífice e aos Bispos que estão em comunhão com ele, pois quero viver e morrer no seio da Religião Católica, na qual somente posso esperar com certeza a minha eterna salvação. Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, como era no Princípio, agora e sempre. Amém. SALVE RAINHA Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, Salve. A vós bradamos os degredados filhos de Eva, a vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, E depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre. Óh! Clemente, óh! piedosa, óh! doce sempre Virgem Maria. Maria, Auxílio dos Cristãos, Rogai por nós. BREVE LEITURA BÍBLICA E PEQUENA PROMESSA "Junto a Cruz de Jesus estava, em pé, sua Mãe." (Jo 19, 25-27) Jamais podemos esquecer as palavras de Jesus agonizante: "Mãe, eis o teu filho. Filho, eis tua Mãe". "Agonizante, ao discípulo por sua mãe destes Maria. para os fiéis terem tal Mãe presente à última agonia".

NONO DIA - O que Eva destruiu, no Filho recriais, do céu abris a porta e os tristes abrigais. ORAÇÃO: Ó Maria, minha Mãe piedosíssima, que em todos os tempos quisestes ser o Auxílio dos Cristãos, assisti-me com o vosso poderoso Patrocínio durante a vida toda, mas especialmente na hora da morte e fazei com que eu, depois de haver-vos amado e venerado na terra, possa ir cantar as vossas misericórdias no Céu. Assim seja. Ó Deus que constituístes a Mãe de vosso Filho querido, Mãe e Auxílio do Povo Cristão, concedei, nós vos rogamos, que vivamos sob a sua proteção e a Igreja se alegre em vossa Paz perpétua. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém. Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, como era no Princípio, agora e sempre. Amém. SALVE RAINHA Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, Salve. A vós bradamos os degredados filhos de Eva, a vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, E depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre. Óh! Clemente, óh! piedosa, óh! doce sempre Virgem Maria. Maria, Auxílio dos Cristãos, Rogai por nós.

BREVE LEITURA BÍBLICA E PEQUENA PROMESSA "Mulher, eis aí teu filho." (Jo 19, 26-27) Maria Santíssima com ânimo materno, consentindo com amor na imolação da vítima por ela gerada, pelo próprio Jesus moribundo na cruz, foi dada como mãe ao discípulo e a todos nós. A Virgem Maria é para a Igreja o modelo da fé e da caridade. Maria Auxiliadora, coopera na obra do Salvador para a restauração da vida sobrenatural das almas. "Eis aí, a tua Mãe".
 

 

 

 

Novena a Mãe de Schoenstatt

 

 

 

 

Novena a Mãe de Schoenstatt

PREFÁCIO - Para melhor desempenhar sua solicitude maternal, Maria tornou-se especialmente presente em seus Santuários, numa constante atividade. 

Talvez já estivesse ajoelhado no Santuário da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt ou participasse da romaria que aí se realiza no dia 18 de cada mês. Nos Santuários de Schoenstatt, comemora-se esta data como o "dia da Aliança", como dia da renovação da Aliança de Amor, que o Pe José Kentenich e a geração fundadora de Schoenstatt selaram com a Mãe de Deus. No dia da Aliança, sempre encontramos, no Santuário, o frontal do altar com o lema: "Nada sem vós, (Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt), Nada sem nós!" A primeira parte deste lema nos lembra que a querida Mãe de Deus é a Medianeira de todas as graças. Deus nos presenteia suas dádivas pelas mãos maternais de Maria. Pelas palavras: "Nada sem nós", lhe dizemos: queremos ajudar-vos na realização de vossas tarefas, pois esperais nossa colaboração. 

Este lema quer tornar-se realidade em nossa vida prática. 

Certamente trazes preocupações em teu coração, por isto queres dirigir-te à Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, numa confiante súplica, através desta novena. O que dela esperas tu o sabes, mas o que deves fazer dir-te-ão as páginas seguintes. Esta novena não é apenas uma oração a ser pronunciada 
pelos lábios; mas a vida há de concretizar as palavras rezadas. Maria, por assim dizer, te toma pela mão e coloca ante teus olhos a sua vida, para que procedas segundo o seu exemplo. Experimenta fazê-lo com toda a confiança. A Mãe Três Vezes Admirável te atenderá em teus pedidos. 

ORAÇÃO PREPARATÓRIA PARA CADA DIA - Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt! Com ilimitada confiança, me aproximo de ti, para receber o teu auxílio em minha grande aflição; pois teu Divino Filho, na cruz, me deu a ti como minha Mãe, dirigindo também a mim as palavras: "Eis aí tua Mãe!" E a ti disse Ele: "Eis aí teu filho!" Que consolo para mim, receber-te por Mãe! Por isso dirijo-me a ti em meu grande sofrimento. Bem conheces minha pesada cruz. Peço-te, confiante, que me ajudes, ó grande Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, pois nunca se ouviu dizer que tenhas abandonado algum filho teu que buscou refúgio em ti. Tu mesma sentiste o peso e a aflição da vida! Estiveste ao pé da cruz, como a Mãe das Dores. E será que agora não vais atender o meu pedido, quando te confio, suplicante, o meu sofrimento? Não, jamais! Tu és a Saúde dos Enfermos, a Consoladora dos Aflitos, o Auxílio dos Cristãos. Inspira-me, porém, a confiança especial o fato de seres chamada "Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável". Este honroso título expressa que sempre e em toda a parte és admirável. 

Intercede, pois, junto ao teu querido Filho, para que me atenda. E, eternamente, quero cantar o teu Magnificat, bendizendo as misericórdias do Senhor. Amém. 

1o DIA - A MENSAGEM DE DEUS A MARIA - "O Anjo do Senhor anunciou a Maria e Ela concebeu do Espírito Santo." 

Desde séculos, os sinos das igrejas e capelas nos anunciam em alta voz este mistério. Eles nos lembram, três vezes ao dia, o início de nossa salvação. 

Em espírito, volvamo-nos à hora da Anunciação. De quanta luz não terá sido inundada a Santíssima Virgem! Quão grandes mistérios Deus lhe confiou! A vinda do Messias está próxima e Maria, que se sentia tão pequena e insignificante, haveria de tornar-se sua Mãe! Alegre emoção deve ter-se apoderado dela, pelo fato inaudito do eterno Filho de Deus querer tornar-se homem! 

Mas perguntemo-nos se este acontecimento poderá ter significado para Maria somente felicidade e alegria. Oh, não! Sabemos que esta hora incluiu também o prenúncio de extraordinário sofrimento. Contudo, na Anunciação, a Virgem Santíssima ainda não via. Clara e detalhadamente, a amplitude do Sim que pronunciara. Porém, conhecia os trechos da Sagrada Escritura que falam acerca do Messias. Pelo preço de sofrimentos dolorosíssimos, Ele queria redimir o mundo mergulhado na culpa e no pecado. Não deveria, então, sua Mãe dispor-se a um mar de sofrimentos? "O Anjo do Senhor saudou Maria..." Deus saudou Maria. 

A ti, ainda não enviou nenhum anjo para saudar-te e trazer-te mensagens. Quem é que traz para ti as mensagens? É o carteiro com uma notícia que, talvez, destrua tua felicidade por toda a vida. Ou ficas sabendo que certas pessoas te difamaram, roubando-te a boa fama de que gozas; ou te é comunicado que perdeste teu emprego, que perdeste todos os teus bens ou que teus credores estão impacientes contigo. Talvez recebes o aviso da morte de um dos teus familiares ou esperas ansiosamente notícias sobre a sorte de um dos teus entes queridos; oprimem-te dificuldades interiores ou exteriores que o áspero dia útil te traz... 

Não digas, então, que o bom Deus não te envia anjo, não te envia mensagens. Ajoelha-te, em silêncio, diante do teu Deus, como Maria, diante do anjo, e reflete: 

"Nada vem por acaso, tudo provém da bondade de Deus." 

Tua cruz - seja ela qual for - não é uma saudação de Deus, uma mensagem do Pai para ti, teu filho? Não está o anjo diante de ti, por assim dizer, esperando o teu sim, como o fez com Maria? 

Teu sofrimento tem sentido profundo. Desde que Cristo sofreu sobre o Gólgota, também nós somos inseridos em sua morte. Devemos sofrer com Ele pela salvação dos outros e por nossa própria salvação. 

Portanto, curva-te ao aceno da mão de Deus; acredita cegamente que Ele te saúda através do sofrimento e procura aceita-lo como mensagem do céu. 

Procura também crer que, justamente agora, não estás abandonado por Deus, mas confia firmemente que Ele quer atender teu pedido, pela intercessão de Maria, a Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt. 

ORAÇÃO - Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt. Tu, que trilhaste os escuros caminhos da fé e sempre te curvaste aos desejos e à vontade de Deus, ajuda-me a descobrir, através da minha cruz, do meu sofrimento, o amor paternal de Deus. Intercede por mim, em minha grande aflição e alcança-me esta graça, se assim corresponder aos planos de Deus. Amém. 

APLICAÇÃO - Presta atenção, hoje, a todos os pequenos acontecimentos e considera-os como saudação de Deus. 

2o DIA - RESPOSTA DE MARIA À MENSAGEM DO ANJO - "Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra" (Lc 1, 38). 

Terá sido fácil esta proposta para Maria? Será que Ela a pronunciou espontaneamente, de maneira superficial e irrefletidamente, como nós freqüentes vezes o faremos na oração "O Anjo do Senhor"? Maria se assustou com o que estava acontecendo em torno de si; Ela se assustou diante do anjo; assustou-se, certamente, com o inaudito que dela Deus esperava, pois queria ser somente a serva e não a Mãe do Salvador. Tudo lhe aconteceu de maneira tão imprevista. Seus planos foram destruídos - queria permanecer virgem - e parece que agora devia alterá-los. Ela não tinha muito tempo para refletir; precisava decidir-se logo. Não tinha oportunidade de dormir uma noite e, na manhã seguinte, ponderar novamente. O anjo estava diante dela e aguardava resposta - uma resposta bastante decisiva para a salvação do mundo. E Maria não hesitou nenhum instante; não se envolveu em falsa humildade, dizendo: não sou capaz para isso! Não discutiu com o anjo, como Moisés com o Senhor, quando lhe ordenara que se apresentasse diante do Faraó e realizasse coisas extraordinárias, para que ele deixasse partir o povo de Israel. Em, por fim, lhe disse Moisés: "Minha língua é pesada; Aarão deve falar em meu lugar ." A simples donzela de Nazaré agiu de modo bem diverso. Com simplicidade filial e confiantemente, disse: "Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra." (Lc 1, 38) 

E qual a tua resposta ao sofrimento? Que dizes tu à mensagem do Pai? Certamente te perguntas: mas pode-se dizer "sim" à injustiça, à difamação? Pode-se consentir em desprezo e infidelidade? Pode-se dizer "sim", quando se perde bens e haveres, quando a aflição ultrapassa as próprias forças? Pode o homem consentir no sofrimento que a morte lhe causa, tirando do seu meio o ente mais querido? Quando doenças o atormentam e a existência vacila sob seus pés? Pode alguém dizer "sim", quando não consegue dominar suas paixões, embora empregue esforço constante para isso? 

Reflete: teu sofrimento - seja qual for - é permitido pela bondade paternal de Deus e seu olhar repousa com grande desvelo sobre ti. Ele quer somente o teu bem; quer atrair-te a si. Procura crer firmemente nisso. Ainda que te deixe alguma fraqueza moral, humilhante, Ele o faz, tendo em vista o teu bem. Deves apenas confessar sinceramente tua miséria e, muitas vezes, pela oração, elevar-te a Ele e à tua Mãe Celestial. Oferece-lhes tua boa vontade e, hoje, tenta dizer um "sim" resignado à vontade de Deus, à cruz que tanto te oprime. "Deus é Pai, Deus é bom e bom é tudo o que Ele faz." Diante de tudo o que te é incompreensível, com Maria, dize também tu: "Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra" (Lc 1, 38). 

ORAÇÃO - Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, pequena serva de Nazaré! Implora-me a graça de, em meu sofrimento, dizer um singelo "sim", humilde e resignado à vontade de Deus. Ensina-me a curvar-me à sua mão, lembrando-me da palavra: "Quem confia em Deus, constrói sobre um solo firme e quem nele se apóia jamais perece." Amém. 

APLICAÇÃO - Dize, hoje, um "sim" pronto e disposto a todos os acontecimentos e imprevistos que te surpreendem.

3o DIA - O ESPÍRITO SANTO LOUVA MARIA, ATRAVÉS DE ISABEL - "Bem-aventurada és tu que creste..." (Lc 1, 45)

No primeiro dia de tua novena, aceitaste teu sofrimento com,o mensagem do Pai. No segundo, lutaste por inclinar-te filialmente à vontade paternal de Deus. Com Maria, a bem-aventurada Mãe de Deus, pronunciaste o teu "sim", na confiança cega de que a vontade do Pai prevê para ti sempre o melhor, mesmo se te envia amargos sofrimentos. Hoje, vivenciamos o encontro agraciado de Maria com Isabel. Admiramo-nos das palavras que o Espírito Santo pronunciou através de Isabel: "De onde me vem esta honra de vir a mim a Mãe de meu Senhor?... Bem-aventurada és tu que creste..." (Lc 1, 43-45) 

Em que Maria creu? Ela creu na onipotência de Deus e não duvidou que, para realizar seus planos, Ele podia romper também com as leis da natureza. Realmente, nela fez coisas grandes e incompreensíveis. Maria pôde trazer o Filho de Deus sob o seu coração e tornar-se mãe sem perder a virgindade. Sim, "bem-aventurada és tu que creste..." 

Esta palavra do Espírito Santo, pronunciada por Isabel, é escrita também para ti; vale também para ti, se fores capaz de crer como Maria. O bom Deus é onipotente e Ele está sempre pronto a ajudar-te pela intercessão de Maria, se o que pedes for útil à tua eterna salvação. Então, mesmo que tenha de realizar um milagre, Ele o fará. Não brilha para ti esta verdade, como uma clara estrela de esperança? 

Maria é tua Mãe! Que felicitadora realidade! Seu mais belo direito de mãe é alcançar de Deus todas as graças de que necessitas. "Maria ajudou", é a palavra que, amiúde, encontramos gravada nos Santuários, nos lugares de graças de Nossa senhora Saúde dos Enfermos, Consoladora dos Aflitos, Auxílio dos Cristãos. Não estão dando esses lugares de graças da querida Mãe de Deus eloqüente testemunho de sua fidelidade maternal? Não são eles monumentos do teu poder? Maria pode implorar milagres; Ela quer implorar milagres e também implorará milagres... Incontáveis milagres já se realizaram por sua intercessão. 

O próprio Cristo nos estimula a termos fé na ajuda admirável de Deus: "Tende fé em Deus"; diz Ele. "- Em verdade, vos declaro: todo o que disser a este monte: levanta-te e lança-te ao mar - se ele não duvidar em seu coração, mas acreditar que isto sucederá, ele obterá o milagre. Por isso, vos digo: Tudo o que pedirdes na oração, crede que o haveis de conseguir e que o obtereis" (Mc 11, 22-24) 

Feliz és tu se crês que, pela intercessão de Maria, Deus te atende em tuas preocupações, quando for para o teu maior bem; ou que te concede a força de carregar tua cruz com paciência e amor, se não procurares desfazer-te dela... 

ORAÇÃO - "Confio em teu poder, em tua bondade; em ti confio com filialidade. Confio, cego, em toda a situação, Mãe, no teu Filho e em tua proteção." 

APLICAÇÃO - Exercita-te, hoje, durante todo o dia, na confiança filial no poder e bondade da Mãe de Deus. 

4o DIA: A ALEGRE RESPOSTA DE MARIA, PELO MAGNIFICAT - "A minha alma glorifica o Senhor e o meu espírito exulta em Deus, meu Salvador." (Lc 1, 46-47) 

Que tem a ver o hino de louvor de Maria, com tua novena e o pedido de auxílio em tuas preocupações? Com certeza, pensas entoar o Magnificat logo que alcançaste a graça...mas não agora. Isto é demais! - assim, talvez, te fala o coração. 

Em transbordante júbilo, Maria exaltou os grandes feitos de Deus. Ela não pensou somente em sua própria escolha - Deus se inclinou para sua pequenez. Sua alegria abrangia o mundo inteiro, pois estava próxima a redenção da humanidade... "Sua misericórdia estende-se de geração em geração... Ele eleva os humildes. Sacia de bens os famintos..." (Lc 1, 50.52-53). Maria rejubilou porque os outros iriam passar bem; Ela pensou na felicidade dos outros. 

Todo o seu procedimento também revela sua atitude serviçal em relação aos homens necessitados. Após realizar-se o milagre da encarnação do Filho de Deus em seu seio, Maria não se deteve em sua casinha, oculta, para adorar o Deus do seu coração, o filho que iria nascer. Não, pressurosa foi a Isabel. Aí a encontramos trabalhando, servindo. Quão humana se nos apresenta a agraciada Serva de Deus! E aí, servindo ao próximo, Ela cantou o seu Magnificat. 

E tu, certamente, trazes grandes cuidados em teu coração. Talvez estejas desiludido com Deus e com os homens, ou te encontras em grandes aflições interiores. Pode ser que dificuldades externas se acumulem em tua frente. Como então, nesta situação, podes ainda interessar-te pelos outros? Talvez te surja o pensamento: agora devo preocupar-me comigo mesmo; os outros não se interessam por mim... Então, desânimo e tristeza querem tomar conta de tua alma; inveja e ciúme da felicidade dos outros invade teu coração e tu ficas de mal com Deus. 

Será que a Mãe de Deus não tem nada a dizer-te com seu Magnificat? Não estará Ela a falar-te, através do seu servir e do desinteresse de si mesma? Apesar dos teus cuidados e aflições, tenta também tu causar alguma pequena alegria a outrem; tenta ser bondoso com os outros, por um olhar amável, uma boa palavra ou um pequeno obséquio. Reza pelos outros. Se assim agires, sentirás como o teu sofrimento se torna muito mais ameno. Aprenderás a esquecer-te sempre mais de ti mesmo e, em meio à dor, permanecerás alegre, como diz o Apóstolo São Paulo:"... transbordo de alegria em toda a tribulação" (2 Cor 7, 4). 

ORAÇÃO - Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt! Outrora cantaste o teu Magnificat, porque op Senhor te escolheu por Mãe e, assim, te tornaste a serva de todos os homens. Implora-me, te peco, a graça de eu também servir sempre ao meu próximo e suportar, alegremente, o meu sofrimento até que Deus me atenda por tua poderosa intercessão, ó querida Mãe e Rainha! 

APLICAÇÃO - Sê, hoje, alegre e amável... Aproveita cada oportunidade para servir aos outros. 

5o DIA: A QUEIXA DE MARIA – “Filho, por que procedeste assim conosco?" (Lc 2, 48) 

O sofrimento pesa sobre ti. Ontem procuraste manter a alegria, apesar de toda a aflição. Talvez cansaste servindo ao próximo. Mas estás ainda preocupado contigo mesmo e teus cuidados. Teu coração quer revoltar-se, repetindo sempre de novo a pergunta: Por quê? Por que justamente eu? - Isto é um bem humano! Porém, não deves fazer-te esta pergunta, com amargura. Ademais, até podes consolar-te, pois encontras a pergunta "por que" também nos lábios da querida Mãe de Deus: "Filho, por que procedeste assim conosco?" ((Lc 2, 48). 

Quão próxima está de nós a Mãe do Senhor, com seu coração materno, que sente de modo tão humano! Ela está próxima de nós também nos incontáveis acontecimentos incompreensíveis de sua própria vida, inclusive ao pé da cruz. Só que ali Ela não mais se queixou. Talvez te perguntes: por que há tantos e tão horríveis sofrimentos no mundo? Por que há desilusões, por que tantas aflições? Qual será, então, o sentido do sofrimento? Um consolador provérbio reza: "Que é para o filho de Deus dor e aflição? Do Pai o brado: vem ao meu coração!" 

É assim mesmo. Deus te ama justamente agora, permitindo este sofrimento para ti. Através dele, Deus quer acrisolar tua alma, desprender-te do que é mundano e atrair-te a si. Dizes com tanta facilidade que Deus castiga, que Ele não te quer bem. E, contudo, Ele te ama! Ama-te especialmente quando sofres com resignação, pois carregas, por assim dizer, uma parcela da cruz do seu Filho. 

E fazes bem se procuras aceitar o teu sofrimento também com espírito de penitência. Cada um de nós tem faltas e pecados a reparar. Através do sofrimento, podes pagar, já aqui na terra, uma parte das penas merecidas por teus pecados. Também isso é prova do amor de Deus. E, deste modo, o sofrimento se torna meio de salvação e santificação própria. 

Mas ele quer ainda significar algo mais. Pelo sofrimento suportado de modo certo, tornar-te-ás semelhante ao Crucificado. Ou será que não queres assemelhar-te um pouco ao Senhor a quem certamente amas?! 

Mas, pelas aflições da vida, tens oportunidade de conquistar muitos e valiosos méritos para a eternidade. Na hora de tua morte, sentir-te-ás grato pelos tempos nos quais foste acrisolado como o ouro na fornalha e, por assim dizer, como Cristo, caíste em terra sob o peso de tua cruz. O bem-estar e divertimentos não poderão valer-te naquele momento. Antes, tornar-se-ão um peso para ti. Mas feliz de ti, se souberes carregar as tribulações da vida, com Deus! 

No sofrimento podes tornar-te apóstolo e ajudar a salvar muitas almas. A Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt se coloca diante de ti, por assim dizer, com o pedido: dá-me todos os teus sacrifícios, esforços e aflições, para que eu possas oferta-los a Deus. Eles se tornarão fecundos para a salvação das almas e a renovação do mundo. Será que tens coragem de negar à Mãe graças de Schoenstatt este seu pedido? Não queres, por teu sofrimento, tornar-te um sacrifício de amor, para interceder muitas graças? Considera contigo mesmo, se Deus e a Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt, através desta situação que estás vivendo, não querem despertar-te para uma heróica vida sacrifical? 

Talvez, agora já compreendas um pouco o sentido do sofrimento. Mas, apesar disso, podes dirigir-te com toda confiança a Maria. Pode ser que Deus o tenha permitido, somente para dar-te oportunidade de vivenciar o poder e a bondade de Maria. Confia, pois, na Mãe como o fazem as crianças! 

A medida da confiança é a medida da realização. 

Conhecemos belo pensamento: "Se alguma dor te oprime, vai à Mãe e fala-lhe. Ela te ajudará!" 

ORAÇÃO - Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt. Imersa no sofrimento, procuraste o teu Filho e o reencontraste. Expressaste toda a tua aflição nas palavras: "Filho, por que procedeste assim conosco?" Hoje, querida Mãe, quero entregar-te todas as minhas aflições, com o insistente pedido: intercede por mim junto de Deus! Porém, faça-se em tudo a vontade do Pai! Amém. 

APLICAÇÃO - Lembra-te, hoje, muitas vezes, de que teu sofrimento tem profundo sentido e que Deus dirige tudo para o teu bem maior. 

6o DIA: A RESPOSTA DE DEUS A MARIA - À queixa de Maria: "Filho, por que procedeste assim conosco?" responde Jesus: "Não sabíeis que devo estar naquilo que é do meu Pai?" (Lc 2, 49). 

Tal resposta Maria não esperou receber. Certamente foi como que um golpe para o seu coração de Mãe! Terá Ela ainda sido capaz de pensar? Mais uma vez se lhe reavivou toda a dor dos últimos três dias: noites sem descanso, medo e incerteza pelo Filho perdido... E agora Jesus está diante dela, belo e cheio de majestade divina, atingindo com sua resposta o mais profundo sentimento do seu coração materno. 

Maria reencontrou e, ao mesmo tempo, perdeu seu Filho! O Pai Celestial tinha o primeiro direito a Ele. Seu coração materno devia calar-se. Ela devia unir-se a Jesus no "sim" à vontade do Pai e, desta maneira, reencontra-lo num nível muito mais elevado: na vontade paternal.Maria não compreendeu logo o que disse seu Filho. Mas, guardou tudo em seu coração. 

E tu, como reages em semelhante situação? 

Talvez também perdeste teu filho e a incerteza por alguns dos teus entes queridos te oprime. Ou perdeste bens e haveres; perdeste tua felicidade, tua saúde e - o que seria ainda pior - a paz do coração, o próprio Deus... 

Não sabes que também tu deves estar naquilo que é do Pai, que é do teu Deus? Se pelo pecado grave, perdeste o supremo Bem, se perdeste a Deus, então vai à procura dele "no Templo". Reconquista a paz do coração, através de uma boa confissão. 

Porém, se perdeste bens terrenos, entrega-te, abandona-te à vontade paternal de Deus. Talvez ainda não compreendes o que Ele quer dizer-te por meio desse sofrimento. Mas uma coisa é certa: a vontade de Deus te dirige. Por isso, não te revoltes. Age como Maria: reflete, reza e entrega-te totalmente nas mãos da Divina Providência. Os planos de Deus são planos de amor e de sabedoria. E Maria te compreende, justamente agora que tuas aflições te cercam como um alto muro. Apóia-te em Deus e segura a mão da Mãe. Sempre que experimentas insegurança, reza:

"Se eu não sei o caminho, Tu bem o conheces. Isso torna a minha alma tranqüila e cheia de paz. 

Por isso vã é minha preocupação e o pulsar angustiado do meu coração." 

ORAÇÃO - Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt. Implora-me a virtude da confiança em Deus e a graça de considerar sempre a tua santa vontade como o mais alto bem. Confio inteiramente em ti e peço insistentemente, que não me abandones, mas intercedas o auxílio de Deus em minha aflição. Amém. 

APLICAÇÃO - Não te queixes, hoje, com as situações desfavoráveis. Mas lembra-te que agora podes também estar naquilo que é do Pai: na sua santa e sábia vontade. 

7o DIA: O PEDIDO DE MARIA - "Eles não tem mais vinho!" (Jo 2, 3) 

Uma palavra da Mãe do Senhor, muito simples e natural, mas de confiança ilimitada: "Eles não têm mais vinho!" (Jo 2, 3). Pensemos na situação em que Ela a pronunciou. 

O Filho de Deus viveu durante trinta anos na obscuridade e trabalhou, como operário, na oficina de São José. Agora começa a ensinar e "Ele fala como quem tem poder". Ainda não realizou nenhum milagre. Certo dia, Jesus e Maria, sua Mãe, foram convidados a um casamento. E aceitaram o convite. Maria percebeu que o vinho começou a faltar e se levantou. Será que o fez porque pensou em voltar para casa, a fim de evitar embaraço aos noivos? Não. Não é por isso que se levantou. Ela foi ao seu Filho e lhe disse baixinho: "Eles não têm mais vinho!" (Jo 2, 3). Isso significou mais do que a simples comunicação dum fato. Maria esperava do Senhor um milagre! Parece-nos impossível!. Não teria sido melhor ter dito: "partamos, vamos para casa!" mas isso Ela nem pensou. Fez um pedido em favor dos noivos e, a seu pedido, o Filho de Deus devia realizar o primeiro milagre - não no Templo ou na sinagoga, como nós talvez pensaríamos - porém, numa festa de casamento. Como Maria é tão genuinamente humana! 

A palavra de Maria: "Eles não têm mais vinho!", deve inspirar-te grande confiança! Tu não pedes vinho, não. Tens outros cuidados maiores. Tu não apenas te encontras em situação desagradável, embaraçosa; mas sobre tua alma pesa grande fardo. Talvez se trate de tua existência, da salvação dum ente querido ou até da salvação de tua própria alma. 

Não duvides: Maria - de modo semelhante como o fez em Caná - agora está junto do Senhor, pedindo por ti: Vê, Senhor, falta-lhe isso e aquilo... Ajuda, por favor! 

Se nas bodas de Caná, pela intercessão de Maria, Cristo transformou água em vinho, a fim de evitar aos noivos uma situação embaraçosa e desagradável, com maior certeza, Ele vai atendê-la agora, que pede por ti, numa aflição incomparavelmente maior! 

ORAÇÃO - Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt. Junta as mãos e pede por mim, com tanta insistência como o fizeste em Caná: "Senhor, eles não têm mais vinho!" Apresenta minhas grandes preocupações ao Senhor. E estou certo de que serei atendido. Ele há de libertar-me de minha aflição ou dar-me-á a força de suportá-la corajosamente. Amém. 

APLICAÇÃO - Dize, hoje, muitas vezes com a querida Mãe de Deus: "Senhor, eles não têm mais vinho", expressando por meio destas palavras as tuas preocupações. Cultiva a confiança e a perseverante oração de súplica. 

8o DIA - UMA RESPOSTA DE DEUS A MARIA - "Minha hora ainda não chegou" (Jo 2, 4). 

Não estás, desde ontem, ainda todo cativado pela pessoa da querida Mãe de Deus em seu ser encantador e humanitário? Ela teve muita ousadia em pedir um milagre; "Eles não têm mais vinho"! E qual a resposta do Filho que, em sua majestade divina, se encontrava diante dela? "Que há entre mim e ti? Minha hora ainda não chegou" (Jo 2, 4). 

Maria recebeu uma recusa. Ouvindo as palavras, aparentemente duras, do Senhor, talvez estremeceu interiormente. Mas Ela não se retirou ofendida e confusa como nós, talvez, faríamos. Não. Maria creu imperturbavelmente: apesar de tudo, Ele ajudará! E não hesitou nenhum instante sequer... 

Que tem a dizer-te com esta cena a querida Mãe de Deus? Seu procedimento deve servir de modelo para ti! Persevera na oração incessante. Não te retires do Senhor, desiludido, porque pediste e não foste logo atendido. Admiramos Maria, que apesar da recusa, logo falou com os servos e lhes deu ordens. Também tu deves esperar tudo do Senhor, como Maria, a "chamar os servos", isto é, confiar singelamente até seres atendido. 

Cristo mesmo nos ensinou esta atitude. Recordemos a sua parábola: Durante a noite, um amigo vai à casa do outro, bate na porta e pede insistentemente que lhe abra e empreste pão. E porque ele não cessa de pedir, por fim o amigo se levanta e lhe dá o que precisa, não por ser seu amigo, mas para livrar-se dele (cf. Lc 11, 5-13). 

Com esta parábola o Senhor quer dizer-te: também tu deves fazer como aquele que não se cansou de pedir. Portanto, não percas, tão depressa, a confiança e implora constantemente, esperando sempre o auxílio de Deus, em tuas aflições, mesmo se não fores atendido imediatamente. 

"Tu conheces o meu caminho, sabes o tempo. Teu plano já está feito e colocado à disposição. Por isso espero, silencioso. Tua palavra não engana. Tu conheces o caminho e isto me basta!" 

ORAÇÃO - Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt! Nas bodas de Caná livraste os noivos de um embaraço. E agora eu te peço: compadece-te também de mim e não cesses de pedir ao teu Filho em minhas necessidades. Confio em ti, ó Onipotência Suplicante, Mãe do Senhor. Amém. 

APLICAÇÃO - Exercita-te, hoje, na paciência. 

9o DIA - UMA PALAVRA DE MARIA - "Fazei tudo o que Ele vos disser!" (Jo 2, 5). 

Maria ainda está junto do Senhor. Ela não se deixa repelir. Ao contrário, persevera em sua fé e confiança, tão firmes qual rocha, e acredita que Ele pode ajudar! Chama os servos e, com toda naturalidade, lhes ordena: "Fazei tudo o que Ele vos disser!" E realmente, com sua confiança, por assim dizer, venceu o Senhor. Ele realizou o primeiro milagre. 

"Fazei tudo o que Ele vos disser!" Magnífica palavra de Maria, válida para todos os tempos e todas as gerações! De fato, em Cana, agora e sempre, Maria aponta o Cristo. 

Que disse o Senhor naquela situação? Maria e os servos, que estão ao seu redor, ouviram sua harmoniosa voz disser: 'Enchei as talhas de água" (Jo 2, 7). Os servos cumpriram, pressurosos, a ordem do Senhor e assim prepararam o milagre. 

Também tu deves preparar-te, espiritualmente, se esperas que teus pedidos sejam atendidos; deves, sobretudo, purificar a "talha" de tua alma, isto é, o pecado deve ser afastado do teu coração por uma boa confissão. Deves romper as relações ilícitas, vencer inveja e ciúmes. Estende a mão ao inimigo, para reconciliar-te com ele. Ama a Deus, teu Senhor, de todo o teu coração e com todas as tuas forças. Ama, como a ti mesmo, o teu próximo, o teu vizinho, aquele que mora contigo, na oficina. E enche de "água" o "cântaro" do teu coração. A "água" são tuas boas obras e a lealdade do teu pensar. Mas especialmente, enche o teu "cântaro" de ilimitada confiança, até transbordar, e dispõe-te a permanecer no sofrimento, tanto tempo quanto estiver nos planos de Deus. Não poderá ser isto um prenúncio de que teus pedidos serão atendidos? Certamente, pois o Senhor espera que lhe ofereçamos a reta atitude do coração. Por isso, atende à palavra de Maria: "Fazei o que Ele vos disser!" Faze-o já hoje; faze-o imediatamente e confia com toda a singeleza que, por intercessão da Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt, o Senhor não desiludirá a tua esperança. 

ORAÇÃO - Ó Maria, Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, implora para mim a graça da conversão. Ajuda-me a observar fielmente os mandamentos de Deus e cumprir a sua santa vontade. Que minha vida não seja obstáculo para o atendimento dos meus pedidos, para os prodígios que tu queres alcançar-me, ó bondosa, ó clemente, ó doce Virgem Maria. Amém. 

APLICAÇÃO - Prepara-te, hoje, para uma boa confissão e realiza-a. 

PALAVRAS FINAIS - Chegaste ao término de tua novena. Certamente nem sempre foi fácil para ti seguir suas indicações. 

Será que já foste atendido? Então não esqueças de agradecer. E se ainda precisas esperar, não percas a confiança. Faze a novena pela segunda e terceira vez, ou tantas vezes até que a tua oração seja atendida. (...) 

Pedes grandes coisas da Mãe de Deus. Ela, com certeza, envolveu todos os pedidos em seu amor e te atenderá no momento em que for melhor para ti. E se não te libertar do teu sofrimento, dar-te-á a força para suportá-lo vigorosamente em silenciosa resignação. Ela te transformará interiormente, conceder-te-á novo ânimo e singela prontidão de te sujeitares inteiramente à santa vontade de Deus. Assim, em tua alma abatida e repleta de dores, realiza-se um "milagre da graça". Não é este também um importante motivo para agradecer de todo o coração à Mãe das graças de Schoenstatt? 

Ela quer atrair-te a si e educar-te, para prosseguires sempre mais seguramente no caminho do céu e conduzires outros a Deus. A Mãe de Schoenstatt quer selar contigo uma aliança de Amor. 

Entrega-te, pois, a Ela; dá-lhe teu coração com todo o seu amor. Consagra-lhe teu corpo com todas as suas faculdades. Entrega-lhe tuas obras, tuas orações e trabalhos, fadigas e sacrifícios, preocupações e dores, todo o teu sofrimento. A Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt te oferta, com tudo o que és e tens, ao eterno Deus como pedido pela renovação do mundo e para que os homens, que vivem longe de seu amor, voltem novamente a Ele. Não queres cumprir o desejo da querida Mãe de Deus? Faze uma aliança de Amor com Ela. Com certeza, Maria te excederá de muito, em amor e doação generosa. "UM FILHO DE MARIA JAMAIS PERECERÁ"
 

 

 

 

Novena das almas

 

 

 

 

 

Novena das Almas

“Oferecimento” 

Senhor eu vos ofereço estas orações em união com os merecimentos de Jesus Cristo a quem peço que as receba como satisfação de minhas culpas e pecados e tudo quanto for merecimento aplicar pelas almas do purgatório. 

1° Dia 

Meu Senhor Jesus Cristo eu vos adoro suspenso na cruz e suportando a coroa de espinhos em vossa sacrossanta cabeça; rogo-vos que essa nobilíssima Cruz seja o escudo a livrar-me de todo o mal. Assim seja. 

Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria 

“Oração final” 
Senhor Jesus Cristo que vos humilhastes até a morte de Cruz, e por isso o Pai vos deu um nome acima de todos os nomes, seja o Vosso nome Jesus, glorificado, no céu, na terra e em toda a parte, e toda língua confesse que vós Jesus Senhor estais na glória do Pai. Assim seja. 

2° Dia 

Meu Senhor Jesus Cristo eu vos adoro nessa Cruz chagado e ferido, onde vos deram de beber fel e vinagre; rogo-vos que vossas preciosas chagas sejam o remédio e saúde de minha alma. Assim seja. 

Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria 

3° Dia 

Meu Senhor Jesus Cristo, pela grande amargura que por mim pecador sofrestes na Cruz, principalmente, na hora de vossa morte redentora, rogo-vos, tenhais misericórdia de mim na hora de minha morte. Assim seja. 

Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria 

4° Dia 

Meu Senhor Jesus Cristo, eu vos adoro envolto em mirra e bálsamo, colocado no sepulcro; oro-vos que vossa morte preciosa seja minha ditosa vida. Assim seja. 

Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria 

5° Dia 

Meu Senhor, eu vos adoro descendo ao limbo, afim de livrar as almas que esperavam lá a vossa suspirada vinda; rogo-vos que minha alma sempre livre vos busque e espere. Assim seja. 

Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria 

6° Dia 

Meu Senhor Jesus Cristo, eu vos adoro ressuscitado, subindo ao céu e sentado a direita do Pai; rogo-vos que me façais merecedor de vos seguir à essa glória e gozar de vossa presença. Assim seja. 

Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria 

7° Dia 

Meu Senhor Jesus Cristo, Pastor benigno, conservai-nos na graça, justificai os pecadores, compadecei-vos de todos os fiéis e favorecei amorosamente este pobre pecador. Assim seja. 

Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria 

8° Dia 

Meu Senhor Jesus Cristo, eu vos adoro, chamando no grande dia os justos para o Paraíso; rogo-vos que vossa dolorosa Paixão nos livre das penas eternas e nos leveis para a vossa vida. Assim seja. 

Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria 

9° Dia 

Ó amantíssimo Pai eu vos ofereço a inocente morte de vosso Filho e o amor de seu Divino Coração, para que possa eu merecer o perdão de meus pecados e para alívio das almas de meus parentes e amigos. Rogo-vos tenhais misericórdia de nós. Assim seja. 

Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria

 

 

Novena da medalha milagrosa

 

 

 

 

 

Novena da Medalha Milagrosa

Sinal da Cruz, Ato de Contrição. 3 vezes. Ó Maria concebida... 

1º DIA - 1ª APARIÇÃO

Contemplemos a Virgem Imaculada, em sua primeira aparição a Santa Catarina de Labouré - A piedosa noviça, guiada por seu Anjo da Guarda, é apresentada à Imaculada Senhora. Consideremos sua Inefável alegria.

Seremos também felizes como Sta. Catarina, se trabalharmos com ardor na nossa santificação. Gozaremos as delicias do Paraíso, se nos privarmos dos gozos terrenos.

3 Ave-Marias, acrescentando em cada uma: Ó Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós.

2º DIA - LÁGRIMAS DE MARIA

Contemplemos Maria, chorando sobre as calamidades que viriam sobre o mundo, pensando que o Coração de seu filho seria ultrajado, a cruz escarnecida e seus filhos prediletos perseguidos. Confiemos na Virgem compassiva e também participaremos do fruto de suas lágrimas.

3 Ave-Marias, etc.

3º DIA - PROTEÇÃO DE MARIA

Contemplemos nossa Imaculada Mãe, dizendo em suas aparições a Santa Catarina: "Eu mesma estarei convosco: não vos perco de vista e vos concederei abundantes graças".
Sede para mim, Virgem Imaculada, o escudo e a defesa em todas as necessidades. 

3 A.-M. etc.

4º DIA - 2ª APARIÇÃO

Estando Sta. Catarina Labouré em oração, a 27 de novembro de 1830, apareceu-lhe a Virgem Maria, formosíssima, esmagando a cabeça da serpente infernal; nessa aparição se vê seu desejo imenso de nos proteger sempre contra o Inimigo de nossa salvação. 

Invoquemos a imaculada Mãe com confiança e 3 A-M etc.

5º DIA - AS MÃOS DE MARIA

Contemplemos, hoje, Maria desprendendo de suas mãos raios luminosos. "Estes raios, disse Ela, são a figura das graças que derramo sobre todos aqueles que me as pedem e aos que trazem com fé minha medalha".
Não desperdicemos tantas graças!
Peçamos com fervor, humildade e perseverança, e Maria imaculada no-las alcançará.

3 A.-M. etc.

6º DIA 3ª APARIÇÃO

Contemplemos Maria, aparecendo a Sta. Catarina, radiante de luz, cheia de bondade, rodeada de estrelas,e mandando cunhar uma medalha prometendo a todos que a trouxerem com devoção e amor, muitas graças. 
Guardemos fervorosamente a santa Medalha e, como escudo, ela nos protegerá nos perigos. 3 A.-M. etc.

7º DIA DA NOVENA E 1º DO TRÍDUO

Ó Virgem Milagrosa, Rainha Excelsa, Imaculada Senhora, sede minha advogada, meu refúgio e asilo nesta terra, minha fortaleza e defesa na vida e na morte, meu consolo e minha glória no céu. 3 A M etc.

8º DIA DA NOVENA E 2º DO TRÍDUO

Ó Virgem Imaculada da Medalha Milagrosa, fazei que esses raios luminosos que irradiam de vossas mãos virginais, iluminem minha inteligência para melhor conhecer o bem, e abrasem meu coração com vivos sentimentos de fé, esperança e caridade. 3 A.-M etc.

9º DIA DA NOVENA E 3º DO TRÍDUO

Ó Mãe Imaculada, fazei que a cruz de vossa Medalha brilhe sempre diante de meus olhos, suavize as penas da vida presente e me conduza à vida eterna. 3 A.-M. etc.

ORAÇÃO FINAL

Santíssima Virgem, eu creio e confesso vossa santa e Imaculada Conceição, pura e sem mancha. Ó puríssima Virgem Maria, por vossa Conceição Imaculada e gloriosa prerrogativa de mãe de Deus, alcançai-me de vosso amado filho a humildade, a caridade, a obediência, a castidade, a santa pureza de coração, de corpo e espírito e a perseverança na prática do bem, uma santa vida e uma boa morte, e a graça...(Fazer o pedido) que peço com toda confiança. 
Amém.
 

 

 

 

Novena a Santa Rita de Cássio

 

 

 

 

 

Novena a Santa Rita de Cássia

Sob o peso e nas angústias da dor, recorro a Vós a quem todos chamam a Santa dos Impossíveis, com toda confiança, esperando vosso pronto socorro.

Livrai meu pobre coração das angústias que por toda a parte o oprimem; e restitui a calma a este espírito que geme sob o peso das tribulações. 

Já que são inúteis todos os meios para trazer-me alívio, ponho todo a minha confiança em vós, fostes escolhida por Deus, como advogada nos casos desesperados. Será possível que somente eu, não deva entoar o hino de ação de graças diante de vossa imagem prodigiosa? 

Se meu inúmeros pecados são obstáculos à realização dos meus desejo, alcançai-me de Deus arrependimento e perdão. Não permitais que por mais tempo eu derrame lágrimas amargas, premiai a minha firme esperança e eu farei intensa propaganda da vossa grande misericórdia para com os aflitos. 

Ó admirável esposa do Crucificado, intercedei agora e sempre pelas minhas necessidades. 

Reza-se 3 Pai-Nosso, 3 Ave-Maria, 3 Glória ao Pai.
 

 

 

Novena a São sebastião

 

 

 

 

Novena a São Sebastião

Primeiro dia reflexão: São Sebastião, testemunho de fé. Ao iniciar hoje os festejos deste glorioso Santo, coloque-nos diante dele como um exemplo vivíssimo de fé. Ele foi cristão nos tempos do Imperador Diocleciano em Roma. Viveu em tempos de perseguição. Muitos foram presos, degredados e mortos, em Roma, por causa de Jesus Cristo. Naqueles tempos não era fácil ser cristão. São Sebastião era Capitão da Guarda do Imperador. Mesmo conhecendo melhor que todos o risco que ia correr, pediu para ser admitido como cristão. Passou pelo catecumenato, foi instruído sobre os compromissos de fé, e recebeu, conscientemente o batismo. Hoje não corremos risco por sermos cristãos. Entretanto, muita gente renegava a fé do seu batismo. Muitas vezes passa até para outras religiões ou freqüenta a macumba. Peçamos a Deus, pela intercessão do glorioso São Sebastião, que nossa fé seja robustecida. Que tenhamos coragem de professa-la em todas as circunstâncias e de jamais renega-la por nenhum motivo.

Oração: Ó glorioso Santo, que fostes tão corajoso em viver como cristão num meio tão adverso à fé; alcançai-nos de Deus, por Jesus Cristo, a graça de uma ardente fé, corajosa e destemida nas adversidades e que possamos, unidos a Cristo pela graça, dar testemunho daquilo que professamos em nosso batismo. Por Cristo nosso senhor, na unidade do Espírito Santo. Amém. Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai. São Sebastião, rogai por nós ! 

Segundo Dia, reflexão: São Sebastião, testemunha de caridade. Sebastião, feito cristão pelo batismo, começou a ser, em Roma, entre muitos coirmãos na fé, vivo testemunho de caridade. Dizem os historiadores que, como conseqüência das perseguições, eram então numerosos os prisioneiros e os que se tornavam pobres porque o governo seqüestrava os seus bens. Sebastião deu-se ao intenso exercício da caridade, visitando os encarcerados e confortando-os, encorajando-os e ajudando os que foram atingidos pela pobreza. Muito antes, pois, de dar o testemunho do martírio, Sebastião dava perante todos o testemunho da caridade. Hoje em dia são muitas pessoas marginalizadas e desempregadas. É, certamente, a nova legião de sofredores mais característica de nossos dias. Só a caridade dos verdadeiramente cristãos poderá socorre-los, ampara-los e estimulá-los. São Sebastião se apresenta, assim como modelo e exemplo que devemos imitar. E, certamente também, como intercessor no céu, por aqueles que sofrem entre nós privações e falta de conforto. Peçamos a nosso santo resignação para os que sofrem e coragem para sermos todos testemunhas da caridade fraterna. 

Oração: Ó glorioso Santo, que nos legais tão belo exemplo de coragem e caridade, nós vos pedimos que nos alcanceis de Deus o amparo para os pobres e marginalizados, e, para todos os cristãos, particularmente para nós que vos reverenciamos nesta novena, a graça do andor na caridade e da comiseração para com os sofredores. Por Cristo nosso Senhor, na unidade do espírito Santo. Amém. Pai-nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai. São Sebastião, rogai por nós ! 

Terceiro Dia, reflexão: São Sebastião, testemunho de fortaleza. São Sebastião, militar, de rígida têmpera, aprimorada formação, tinha caráter forte, varonil. Distinguia-se pela coragem e fortaleza de ânimo com que servia à autoridade imperial. Convertendo-se ao cristianismo e sendo batizado, o Espírito Santo transfigurou pela graça estes dons naturais, que nele resplandeciam. E ele colocou a serviço do Reino de Deus sua alma varonil e destemida. Soldado do imperador, mudou-se em soldado de Cristo. Foi com mesma coragem e fortaleza com que servia antes a seu senhor temporal, que Sebastião, depois, a ele resistiu, quando ameaçado de morte por causa das práticas e convicções religiosas. Desassombrado, sem temor, enfrentou a perseguição e o martírio, e não renegou a fé que professava. No mundo em que vivemos, nossas convicções religiosas nem sempre permanecem inabaláveis. Diante de mesquinhas ameaças, abandonamos as disposições com que saímos, por exemplo, de um cursilho ou encontro de casais, Falta-nos à fortaleza de ânimo. E esta, só a do Espírito Santo no-la pode dar, como a deu a São Sebastião. Vendo nele o grande modelo de coragem e destemor, peçamos por sua intercessão este mesmo dom. E proponhamos-nos imita-lo nos momentos difíceis em que nossa fé for provada. 

Oração: Valoroso e forte mártir, que não temeste a ameaça dos poderosos, mas confessastes varonilmente a fé cristã nos momentos de perseguição; alcançai-nos do Espírito Santo o dom de fortaleza para resistimos ao mal e perseverarmos fiéis até à morte. Fazei de nós cristãos autênticos e destemidos, verdadeiros soldados do exército do grande e único Rei. Nós o pedimos por N.S.Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém. Pai-nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai. São Sebastião rogai por nós ! 

Quarto Dia, reflexão: São Sebastião, padroeiro dos injustamente perseguidos. São Sebastião compartilhou da injusta perseguição que atingiu a Igreja em seus primórdios em Roma. Os decretos do Imperador, que mandavam reprimir as práticas cristãs, atingiram milhares, talvez, milhões de pessoas. Foi uma época de grandes sofrimentos para gente, na sua maioria humilde. Pois exatamente os humildes e os pobres eram os que mais generosamente abraçavam o cristianismo. Era uma situação de grave injustiça, de vez que não podia haver nenhum crime em seguir ditames da própria consciência. São Sebastião, embora, altamente situado, pois era Capitão da Guarda Imperial, foi também envolvido nas mesmas perseguições, exatamente por ser fiel à voz da consciência. É talvez a mais grave injustiça esta de se insurgir contra a consciência de uma pessoa e prende-la, tortura-la e mata-la por motivos de religião. Ainda hoje no mundo esta forma de injustiça existe. Em muitos lugares, principalmente em países comunistas, os cristãos são perseguidos, presos e impedidos de viver livremente a sua fé. São Sebastião pode, assim, se considerado Padroeiro de todos quantos são injustamente perseguidos, principalmente por causa da religião. Peçamos, por sua intercessão, que cessem as injustiças no mundo e que Deus olhe com benevolência a todos os que são vítimas de tais sofrimentos. 

Oração: Glorioso mártir São Sebastião, que sofrestes com alegria os sofrimentos da injusta perseguição romana, olhai para todas as pessoas que, em qualquer parte do mundo, estão padecendo pela injustiça de corações embrutecidos. Alcançai, para os que sofrem tais padecimentos, resignação e coragem. E, para todos nós, obtende-nos as disposições de fortaleza e amor a fim de, se necessário, suportarmos perseguições para glória de Jesus Cristo e da Santa Igreja. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém. Pai-nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai. São Sebastião, rogai por nós! 

Quinto Dia, reflexão: São Sebastião padroeiro contra a violência. O mártir São Sebastião não foi somente uma vítima da perseguição romana. E nem mesmo simplesmente mártir como milhares de outros cristãos. O suplício que sofreu se caracterizou por dupla violência brutal contra sua pessoa. Primeiramente, São Sebastião foi entregue aos algozes para ser morto a flechados. Amarrado a um tronco de árvore, dispararam contra seu corpo numerosas flechas. Deixaram-no esvaindo-se em sangue, crentes que já estivesse morto. Uma senhora piedosa encontrou na floresta, levou-o para casa e ele se salvou. Segunda vez, porém, foi aprisionado quando apareceu diante do imperador, em uma festa pública. E então o mataram a cacetadas, barbaramente, diante da multidão. Ele foi, assim, duplamente martirizado, e duplamente agredido de modo violento. Pode ser considerado, no céu, o Padroeiro contra a violência. Em nossos dias, vivemos todos aterrorizados com a violência reinante por toda à parte e que nos ameaça constantemente. Nos grandes centros como nas cidades pequenas, o roubo, o assassinato a sangue frio, e mesmo a barbaridade com que homens sem alma atentam contra a vida alheia, são motivos de pânico e de horror. Estamos sempre sob o signo do medo. Peçamos ao poderoso São Sebastião, que experimentou duplamente o impacto da violência brutal, que nos assista e nos proteja. Que ele, por seu poder intercessor, livre nossas casas, nossas famílias e nossas pessoas do perigo de agressões violentas. Peçamos sobretudo que ele obtenha do céu para os criminosos o perdão e a mudança de coração. 

Oração: São Sebastião, que fostes atingido por tão grandes sofrimentos e foste duas vezes vítima de violências; olhai para o nosso mundo tão violento, tão agressivo e perigoso. Tende piedade de todos nós somos constantemente perturbados pelo medo. Valei-nos nos momentos de ansiedade, livrai nossas casas do perigo dos assaltos e nossas vidas da ameaça da violência dos ladrões e criminosos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém. Pai-nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai. São Sebastião rogai por nós ! 

Sexto Dia, reflexão: São Sebastião, padroeiro da agropecuária. Tradicional devoção entre os brasileiros considera São Sebastião padroeiro da agropecuária. Têm-no como o defensor dos campos, e principalmente dos rebanhos. Existe até em muitos lugares o costume de oferecer ao Santo bezerros e porcos com o pedido de que ele defenda os animais contra as epidemias e doenças. Não se sabe essa tradição e o motivo dessa particular devoção dos nossos homens do campo. Seria, por ventura, porque São Sebastião sofreu o martírio numa floresta, amarrado a um tronco de árvore? Ou em alguma época, particularmente difícil para rebanhos, se alcançaram, por intercessão de São Sebastião, especiais graças e milagres de proteção aos bens do homem da roça? De qualquer modo que seja, muitos asseguram ter colocado sob a proteção deste Santo seus rebanhos e ter obtido, por essa forma, sua ajuda miraculosa. Deus pode ter querido secundar o espírito de fé dos roceiros, aceitando como Padroeiro da lavoura e da pecuária este glorioso mártir. Invoquemo-lo, pois, nesta qualidade, implorando sua ajuda para todos os trabalhadores da roça, para suas criações e suas lavouras. 

Oração: poderoso São Sebastião, a quem reconhecemos singular bondade para com todos os que estão no árduo trabalho da lavoura e no meio de animais; nós vos pedimos, confiantes, por todos os pecuaristas e roceiros, por seus rebanhos e plantios. Obtende de Deus as chuvas para as regiões mais secas, que estão sofrendo. Afastai de todos os rebanhos as doenças e a morte. E fazei com que não falte jamais o pão e a saúde aos que trabalham ganhando o alimento no suor do próprio rosto. Por nosso senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém. Pai-nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai. São Sebastião rogai por nós ! 

Sétimo Dia, reflexão: São Sebastião, patrono dos militares. Nos tempos do Imperador Diocleciano, Sebastião alistou-se na milícia imperial. Jovem, robusto e de boas maneiras, ele uniu a estes dotes a coragem, a dedicação às armas e o amor à Pátria. Granjeou, assim, a estima e confiança de seus chefes e do próprio imperador. Em pouco tempo conquistou postos na milícia e, segundo reza a tradição, era Capitão da Guarda Imperial quando se fez Cristão, recebendo o batismo. Pela sua condição de soldado e por seu amor e fidelidade à Pátria, ele é venerado como padroeiro dos Militares. Entretanto, o apreço pela carreira militar não o desviou dos deveres de cristão. Quando se preparou para o batismo, ele aprendeu como catecúmeno que a vida cristã devia ser um compromisso com Cristo, tal qual a vida militar era um compromisso com a Pátria. Mas sabendo que o Imperador não era um Deus e que Jesus Cristo é o rei dos Reis, ele preferiu obedecer antes a esse Rei que ao Imperador romano. O martírio foi, por isto, a sublimação de suas qualidades de soldado. E ele se apresenta para todos os militares como lídimo exemplo de heroísmo e de nobre altivez. Roguemos sua intercessão por nossas forças armadas, por nossos policiais, pelo Corpo de Bombeiros e por todos os que expõem a vida para defesa da comunidade. 

Oração: Glorioso Mártir São Sebastião, valoroso soldado, exemplo de dedicação e heroísmo; obtende para nossa Pátria a defesa do céu nas horas mais difíceis, e para todo o mundo, alcançai a graça da paz. Assisti aos militares, policiais e ao Corpo de Bombeiros nas arriscadas funções que desempenham. Do alto do céu olhai o povo que vos confia a sua defesa. E obtendo-no, enfim, o destemor da fé, para, a vosso exemplo, servimos o Rei dos Reis Jesus Cristo nosso soberano Senhor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém. Pai-nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai. São Sebastião, rogai por nós ! 

Oitavo Dia, reflexão: São Sebastião, padroeiro contra pestes e epidemias. A piedade popular tem honrado São Sebastião como Padroeiro contra a fome, a peste e a guerra. Possivelmente porque, em alguma época da história, recorreram à sua intercessão diante do tormento de alguma guerra com suas conseqüências mais aflitas: a fome e a peste que se alastrou atingindo homens e animais. E porque a ajuda do Santo foi propícia nessa circunstância, passou-se a invoca-lo, em especial para que defendesse os animais atingidos ou expostos ao perigo da peste. É grande a confiança de nossos roceiros em São Sebastião. Por todos os rincões do Brasil se implora a proteção deste santo para o gado e todos os animais, na esperança de que sejam livres da raiva e outras epidemias que os atingem. É muito louvável a devoção de nosso povo. E nunca é demais rogar a Deus pela intercessão de um Santo que se tem mostrado tão poderoso. E é de se crer que, tendo ele dado tamanho exemplo de virtude enfrentando o martírio, goze diante do senhor de grande crédito para socorrer-nos. Afastemos, entretanto, de nossas práticas toda supertição. Não atribuamos ao simples fato de ofertar um bezerro a São Sebastião, ou de fazer sua novena, um mágico poder contra os males naturais. Tenhamos confiança na bondade de Deus, que pode revelar-se através de prodígios, sem estar sujeito a determinadas práticas de devoção de nossa parte. É com este espírito de compreensão, que vamos invocar o poderoso Santo, para que seja nosso protetor contra a guerra, a fome, a peste e todas as epidemias. 

Oração: Ó Deus, todo poderoso, que tendes manifestado em diversas ocasiões a valia de São Sebastião contra epidemias, pestes e doenças, e também contra a guerra; nós vos pedimos, mais uma vez, pela intercessão de tão heróico mártir da fé, sejamos defendidos do perigo de uma nova guerra e de suas horríveis conseqüências nucleares. Imploramos também de vossa bondade, pelos méritos desse Santo, sejam protegidos os animais de nossos campos de toda a epidemia. Enfim, vos rogamos, Senhor, pelo sangue que São Sebastião derramou, livreis as populações mais sofredoras, particularmente as crianças inocentes, da terrível ameaça da fome que ceifa no mundo tantas vidas. Nós vo-lo pedimos por Cristo nosso Senhor, na unidade do Espírito Santo. Amém. Pai-nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai. São Sebastião, rogai por nós! 

Nono Dia, reflexão: São Sebastião, modelo para todos os cristãos. São Sebastião, que veneramos e invocamos nesta novena, foi, como todos nós, escolhido por Deus para a graça do batismo a serviço da igreja. Ele teve uma vocação particular a qual Deus o chamou, e desempenhou, na Igreja de Roma, um ministério de leigo. Recebeu de Deus excelentes carismas ou dons, para testemunhar a fé, praticar a caridade e padecer o martírio. Sem uma vocação ou dom especial de Deus, ele não poderia ter cumprido os deveres cristãos unidos às funções de militar, e ser coroado, enfim, com a grande graça de derramar o sangue por Jesus Cristo. Todos nós, cada um a seu modo e em seu lugar, fomos também chamados por Deus, primeiramente para o batismo, e depois para testemunhar na Igreja a vida de cristão. Todos recebemos do Espírito Santo dons e carismas, que são nossas qualidades sublimadas pela graça. Temos, certamente, funções ou ministérios na Igreja. Uns como pai de família, outros como jovens, cada um no seu ramo profissional. Nossa grande vocação é a vocação cristã, e nosso serviço à Igreja é o testemunho e a dedicação em qualquer lugar que estivermos. Nesse sentido, podemos e devemos, todos, ver em São Sebastião um exemplar de vida cristã. Os santos canonizados pela Igreja e entre eles São Sebastião nos são apresentados como modelos que devemos imitar, e não somente admirar. Roguemos ao Espírito Santo, ao final desta novena, sejamos capazes de divulgar nosso cristianismo na vida profissional que exercemos, como São Sebastião o fez. 

Oração: Senhor, em encerrar esta novena em honra ao glorioso mártir São Sebastião, pedimo-nos o mesmo espírito que o fez tão forte, tão leal, tão dedicado. Infundi, Senhor, em todos nós os dons do Espírito Santo. Fazei-nos descobrir em nós os carismas que nos destes, para colocá-los a serviço de nossa comunidade. Enfim, Senhor, dai-nos, pela intercessão de São Sebastião, sermos perseverantes no cumprimento de nossos deveres cristãos até a morte. Por Cristo nosso senhor, na unidade do Espírito Santo. Amém. Pai-nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai. São Sebastião rogai por nós!
 

 

Novena a São José

 

 

 

 

Novena a São José

Oh! Guardião dos encarnados do mundo, sentimo-nos animados e confiantes de que vossas orações em nosso favor serão graciosamente ouvidas ao trono de Deus. 

Oh! Glorioso São José, pelo amor que tendes por Jesus Cristo e pela glória do seu nome, escutai as nossas orações e dai-nos o que pedimos.
Amém.

Primeiro Dia - Oh! Glorioso São José, com sentimentos de ilimitada confiança, vos imploramos que abençoe esta novena que começamos em vossa honra. "Vós jamais sois invocado em vão", dizia Santa Teresa do Menino Jesus. Fazei por mim, portanto, o mesmo o que fizestes pela esposa do Sagrado Coração de Jesus e graciosamente escutai-me assim como a ela escutou. Amém. São José, rogai por nós!

Segundo Dia - Oh! Abençoado São José, pai carinhoso, fiel guardião de Jesus, casto esposo da Mãe de Deus, nós oramos e vos imploramos que ofereça a Deus, o Pai, Seu divino filho, banhado em sangue na Cruz por nós, pecadores, e pelo trino nome sagrado de Jesus obtenhais do Pai eterno o favor pelo qual imploramos vossa intercessão ...................... (mencionar pedido). Pelos esplendores da eternidade, não vos esqueçais das dores daqueles que rezam, daqueles que choram; permita que, através de vossas orações e as de vossa sacratíssima esposa, o Coração de Jesus seja comovido à piedade e ao perdão. Amém. São José, rogai por nós! 

Terceiro Dia - Abençoado São José, acendei em nossos gélidos corações uma faísca da vossa caridade. Que Deus seja sempre o primeiro e único objeto de nossas afeições. Mantenha nossas almas sempre na graça santificada e, se tivermos a infelicidade de perdê-la, dai-nos a força para repô-la imediatamente através de sincero arrependimento. Ajudai-nos para que o amor de nosso Deus nos mantenha sempre unidos a Ele. Amém. Oh! Glorioso São José, pelo amor que tendes por Jesus Cristo e pela glória de Seu nome, escutai as nossas preces e concedei-nos o que vos pedimos....

Quarto Dia - São José, orgulho do Céu, esperança infalível para nossas vidas, e apoio àqueles na terra, graciosamente aceitai nossa oração de louvor. Fostes nomeado esposo da casta Virgem pelo Criador do mundo. Ele quis que vós fôsseis chamado "pai" do Mundo e nos servisse como agente de nossa salvação. Que o Deus trino que outorgou a vós honras celestiais, seja louvado para sempre. E que Ele nos conceda pelos vossos méritos o gozo da vida abençoada e uma favorável resposta aos nossos pedidos. Amém. São José, rogai por nós!

Quinto Dia - Oh! Sagrado São José, que lição vossa vida é para nós, sempre tão ávido por aparecer tão ansioso para ostentar aos olhos dos homens as graças que devemos inteiramente à liberalidade de Deus. Além do favor especial pelo qual declaramos nesta novena ............. (mencionar pedido), concedei que possamos atribuir a Deus à glória de todas as coisas, que amemos a vida humilde e silenciosa, que não desejemos nenhuma outra posição senão a que nos foi concedida pela Providência e que sempre sejamos dóceis instrumentos nas mãos de Deus. Amém. São José, rogai por nós!

Sexto Dia - Oh! Glorioso São José, nomeado pelo Pai Eterno como o guardião e protetor da vida de Jesus Cristo, o conforto e o apoio de Sua Sagrada Mãe, e o instrumento em Seu grande propósito para a redenção da humanidade; vós que tivésseis a felicidade de viver com Jesus e Maria, e de morrer em Seus braços, sê comovido pela confiança que depositamos em vós, e obtenha para nós, do Todo Poderoso, o favor particular que humildemente pedimos pela vossa intercessão .............(mencionar pedido). Amém. São José, rogai por nós!

Sétimo Dia - Oh! Fiel e prudente São José, vigiai nossa fraqueza e nossa inexperiência; concedei-nos a prudência que nos faz lembrar de nosso fim, que dirige nossos passos e nos protege de todo perigo. Rogai por nós, então, grande Santo, e através de seu amor por Jesus e Maria, e do Seu amor por vós, concedei o favor que vos pedimos nesta novena .............(mencionar pedido). Amém. São José, rogai por nós! Oitavo Dia Oh! Abençoado José, a quem foi concedido não apenas ver e ouvir o Deus que muitos reis ansiaram em ver e não viram; ouvir e não ouviram; mas também carregá-Lo em vossos braços, abraçá-Lo, vesti-Lo, e guardar e defendê-Lo, vinde em nosso auxílio e intercedei junto a Ele para olhar favoravelmente nosso pedido ............. (mencionar pedido). Amém. São José, rogai por nós!

Oitavo dia - Oh! abençoado José, a quem foi concedido não apenas ver e ouvir o Deus que muitos reis ansiaram por ver e não viram, ouvir e não ouviram; mas também carregá-lO em vossos braços, abraçá-lO, guardá-lO e defendê-lO, vinde em nosso auxílio e intercedei junto a Ele para olhar favoravelmente nosso pedido............... (mencionar o pedido). Amém.
São José, rogai por nós!

Nono Dia - Oh! Bondoso São José, ajudai-nos a ser como vós, amável com aqueles cuja fraqueza sustenta-se sobre eles; ajudai-nos a dar àqueles que buscam vosso auxílio, a força para que eles permaneçam inabaláveis. Dai-nos vossa fé, que possamos ver o verdadeiro brilho sobre as vitórias das forças do bem. Dai-nos vossa esperança para que permaneçamos seguros, intocáveis pela dúvida, firmes para suportar. Concedei-nos vosso amor que, enquanto os anos aumentarem, que um coração compreensivo traga-nos paz. Permitai-nos vossa pureza que, a hora da morte encontre-nos intocados pelo sopro do mal. Permita vosso amor de operário que não recusemos a vida que nos chama ao trabalho honesto. Dai-nos vosso amor de pobreza para que vivamos satisfeitos, independente da riqueza. Dai-nos vossa coragem para que sejamos fortes; dai-nos vossa mansidão para confessar nossos pecados. Dai-nos vossa paciência para que possamos possuir o reinos de nossas almas sem angústia. Ajudai-nos, querido Santo, a viver para que, quando morrermos, possamos passar convosco para junto de Jesus e Seus amigos. Oh! Glorioso São José, escutai as nossas preces e intercedei pelos nossos pedidos.

Amém.

São José, rogai por nós!

 

 

 

Novena de Nossa Senhora Desatadora dos nós

 

 

 

 

Novena Infalível de Nossa Senhora Desatadora dos Nós

Modo de rezar:
1- Faça o sinal da cruz, reze o Ato de Contrição e reflita sobre seus pecados.
2- Reze o Terço (as três primeiras dezenas).
3- Faça a meditação de cada dia da novena.
4- Complete as duas dezenas finais do Terço.
5- Termine com a oração à Maria Desatadora.

Meditação em 9 dias

1º Dia
Santa Mãe querida, Maria santíssima, que desata os nós que sufocam os teus filhos, estende tuas mãos de misericórdia para mim. Entrego-Te hoje este nó...e todas as conseqüências negativas que ele provoca em minha vida. Dou-te este nó que me atormenta e me faz infeliz e tanto me impede de unir-me mais a ti e a teu Filho Jesus, meu Salvador. Recorro a ti, Maria Desatadora de Nós, pois confio e sei que nunca desprezas o filho pecador que vem pedir-te auxílio. Eu creio que tu podes desatar esse nó pois tudo te é concedido por Jesus. Eu creio que tu queres desatar o nó porque és minha Mãe. Eu creio que tu o farás porque me amas com eterno amor. Obrigado, Mãe querida.
Maria Desatadora dos Nós, roga por mim!
Quem procura a graça, a encontrará nas mãos de Maria.

2º Dia
Maria, Mãe amada, dispensadora de todas as graças, volto a ti meu coração hoje, reconhecendo-me pecador e necessitado do teu auxílio. Muitas vezes chego a perder as graças que me concedes por causa do meu pecado de egoísmo, de orgulho, de rancor e de falta de generosidade e humildade. Recorro a ti hoje, Maria Desatadora dos Nós, a fim de pedir para mim a teu filho Jesus um coração puro, despojado, humilde e confiante. Viverei o dia de hoje praticando essas virtudes e ofertarei como sinal do meu amor por ti. Entrego em tuas mãos este nó... que me impede de refletir a glória de Deus.
Maria Desatadora dos nós, roga por mim!
Maria ofereceu a Deus todos os momentos do seu dia.

3º Dia
Mãe Medianeira, Rainha do Céu, em cujas mãos se encontram as riquezas do Rei, volta os teus olhos misericordiosos para mim hoje. Confio nas tuas mãos santas este nó da minha vida... e todo o rancor, o ressentimento que ele me causa. Peço-te perdão, e a Deus Pai, pelo meu pecado. Ajuda-me agora a perdoar todas as pessoas que conscientemente ou inconscientemente provocaram esse nó. Dá-me, também, a graça de perdoar a mim mesmo por ter provocado esse nó. Só assim poderás desatá-lo. Diante de ti, Mãe querida, e em nome de teu Filho Jesus, meu Salvador, a quem tantas ofensas foram feitas, tendo sido concedido o perdão, eu perdôo agora essas pessoas... e perdôo a mim mesmo para sempre. Obrigado, Maria Desatadora dos Nós por desatar o nó do rancor em meu coração e o nó que agora te apresento. Amém.
Maria Desatadora dos Nós, roga por mim!
Dirija-se à Maria quem deseja graças.

4º Dia
Santa Mãe querida, generosa para com todos os que te procuram, tem piedade de mim. Confio em tuas mãos este nó que rouba a paz do meu coração, que paralisa a minha alma e impede-me de caminhar até o meu Senhor e servi-lo com a minha vida. Desata este nó da minha vida, Mãe, e pede a Jesus pela cura da minha fé paralítica que se deixa abater pelas pedras do caminho. Caminhando contigo, Mãe querida, que eu veja essas pedras como amigas, que eu não murmure mais e aprenda a dar graças sem cessar e sorrir confiante no teu poder.
Maria Desatadora dos nós, roga por mim!
Maria é o Sol e ninguém fica sem sentir calor.

5º Dia
Mãe Desatadora dos Nós, generosa e compassiva, venho a Ti hoje para renovar a entrega deste nó..., em minha vida e te pedir a sabedoria divina para agir sob a luz do Espírito Santo neste emaranhado de problemas. Nunca ninguém te viu irada. Ao contrário, tão repassada de doçuras eram tuas palavras que se reconhecia o Espírito Santo em tua boca. Tira de mim a amargura, a cólera, o ódio que esse nó me causou. Dá-me, ó Mãe querida, da tua doçura, da tua sabedoria, refletindo tudo em silêncio, no coração. E como estiveste em Pentecostes, roga a Jesus para que eu receba um novo sopro do Espírito Santo neste momento em minha vida. Espírito Santo, vem sobre mim!
Maria Desatadora dos nós, roga por mim!
Maria é rica em poder junto de Deus.

6º Dia
Rainha de Misericórdia, confio a ti este nó da minha vida... e rogo-te dar-me um coração de espera enquanto o desatas. Ensina-me a perseverar na palavra viva de Jesus, na Eucaristia, no sacramento da confissão. Enfim, fica comigo e prepara o meu coração para festejar com os anjos esta graça a mim já concedida. Amém. Aleluia!
Maria Desatadora dos nós, roga por mim!
Toda formosa és, Maria, e mancha não há em ti.

7º Dia
Mãe Puríssima, venho a ti hoje para suplicar que desates este nó da minha vida..., e me livres das ciladas do Mal. Deus te concedeu grande poder sobre todos os demônios. Renuncio a todos eles hoje, a toda ligação que tive com eles e proclamo Jesus como meu único Senhor e Salvador. Maria Desatadora dos Nós, esmaga a cabeça do Maligno na minha vida e destrói as armadilhas que eles me fizeram provocando esse nó. Obrigado, Mãe querida. Sangue Preciosíssimo de Jesus, liberta-me!
Maria Desatadora dos nós, roga por mim!
Tu és a glória de Jerusalém, a alegria do nosso povo.

8º Dia
Virgem Mãe de Deus, rica em misericórdia, tem piedade de teu filho e desata este nó..., na minha vida. Preciso de tua visita em minha vida, como visitaste Izabel. Traz-me Jesus, traz-me o Espírito Santo. Ensina-me a praticar as virtudes da coragem, da alegria, da humildade, da fé, e como Izabel, ficar cheio do Espírito Santo. Faz-me estremecer de alegria em teu seio, Maria. Consagro-te como minha Mãe, minha Rainha, minha amiga. Dou-te o meu coração e tudo o que me pertence (minha casa, minha família, meus bens exteriores e interiores). Sou teu para sempre. Coloca em mim o teu coração para que eu possa fazer tudo o que Jesus me disser.
Maria Desatadora dos Nós, roga por mim!
Vamos, pois, cheios de confiança, para o trono da graça.

9 º Dia
Maria Santíssima, advogada nossa, Desatadora dos Nós, venho hoje para agradecer-te por desatares este nó na minha vida. Tu bem conheces os sofrimentos que ele me causa. Obrigado por vires, Mãe, com teus longos dedos de misericórdia, secar as lágrimas dos meus olhos, me acolher em teus braços e me fazeres recebedor de mais uma graça divina.
Maria Desatadora dos Nós, Mãe querida, a ti agradeço por desatares os nós da minha vida. Cobre-me com teu manto de amor, guarda-me na tua proteção, ilumina-me com tua paz! Amém.
Maria Desatadora dos Nós, roga por mim!

 

 

 

Novena a Santo Antonio

 

 

 

 

Novena a Santo Antonio

Ó admirável e formosíssimo Santo Antônio ! Gloria de Portugal, luz da Itália e de toda a Santa Igreja, apóstolo com todos os predicados e cheio da gloria de Deus, mártir do desejo, virgem puríssimo, vaso ungido de celestial pureza, espelho de perfeita humildade e sabedoria, que com teus admiráveis escritos e doutrina e excelentíssimas virtudes, é o gozo dos coros angélicos, terror dos hereges e dos espíritos infernais que o teu nome temem e tremem, e com seus estupendos milagres e graças é o refugio e consolo de seus devotos. E tanto amavas seu querido Jesus que familiarmente se aconchegava em Seus braços e em Seu sagrado peito, comunicando-te incêndios da Divina Caridade com que buscava com todo seu amor e, maior gloria e bem para o próximo. Hoje dou mil graças por tão singulares excelências com as quais foi adornada tua alma puríssima e me alegro que agora sejas glorificado na pátria celestial em companhia dos nove coros dos anjos. Ó milagroso Santo Antônio! Que por sua virtude este deste a vida temporal e espiritual a tantos mortos, vista a tantos cegos, ouvidos a tantos surdos, pernas aos aleijados, fala aos mudos e saúde aos inúmeros enfermos, converte-nos em teu formoso rosto, para que se retirem dos nossos corações as culpas que são a morte da alma e que possamos ouvir as Divinas aspirações e caminhemos com fervor a cumprir a Divina Vontade e a proferir seu santo nome. 
Em especial rogai a Jesus, ó glorioso santo que eu encontre minha alma gêmea, meu amado para sermos felizes e juntos por toda a vida e para que quando velhos e anciãos possamos ainda com vigor e amor louvar este glorioso santo que nos uniu. 
Cure os doentes, sossegue o mar, suste a ira do Senhor, redime os encarcerados, a miséria, recupere bens perdidos, encontre os amigos e parentes perdidos, dê saúde aos anciãos, retira o perigo, remedeia os pobres.
Antônio divino e santo, Rogai a Jesus Cristo por nós .
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo, 
Amem.

Orar a oração acima e ao terminar orar :

Três Ave Marias, Um padre nosso e o Glória 
Durante nove dias Começar em um Sábado de modo a terminar no Domingo com a Santa Missa.

Repetir a novena em junho. Orar de modo a terminar a novena no dia de Santo Antônio de Pádua. (13 de junho)